Tracey Nearmy / EFE
Tracey Nearmy / EFE

Nadal vence fácil bósnio e se garante nas oitavas de final do Aberto da Austrália

Dimitrov e Carreño Busta também vão para a próxima fase

Estadão Conteúdo

19 Janeiro 2018 | 09h22

O espanhol Rafael Nadal avançou com facilidade às oitavas de final do Aberto da Austrália. Nesta sexta-feira, o número 1 do mundo enfrentou pouca resistência do bósnio Damir Dzumhur, o 30º colocado no ranking da ATP, e o derrotou por 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 6/3 e 6/1, em 1 hora e 50 minutos.

+ Djokovic lamenta jogos sob forte calor: 'Somos parte de uma indústria'

+ Bia Haddad vence só dois games e perde para Pliskova no Aberto da Austrália

Nadal, que foi finalista do Aberto da Austrália no ano passado e venceu o torneio em 2009, já conhece o seu próximo adversário em Melbourne. O espanhol terá pela frente o argentino Diego Schwartzman, o número 26 do mundo, que superou o ucraniano Alexandr Dolgopolov por 6/7 (1/7), 6/2, 6/3 e 6/3. O espanhol lidera o confronto direto por 3 a 0.

Soberano em quadra, Nadal converteu dois break points, abriu 5/0 e só não aplicou um "pneu" no primeiro set porque Dzumhur venceu o sexto game, sucumbindo na sequência. Na segunda parcial, o espanhol fez 2/0, mas o bósnio ofereceu mais resistência, devolvendo a quebra de serviço para igualar o placar em 2/2. Mas Nadal voltou a se impor, converteu break points no quinto e nono games para triunfar por 6/3.

Em boa vantagem, o espanhol começou o terceiro set abrindo 3/0. Dzumhur ainda confirmou o seu serviço no quarto game, mas Nadal o atropelou na sequência, fechando a parcial em 6/1 e o jogo em 3 sets a 0.

Também nesta sexta em Melbourne, o búlgaro Grigor Dimitrov, o número 3 do mundo, se vingou do seu algoz no US Open de 2017 ao derrotar o russo Andrey Rublev, o 32º colocado no ranking, por 3 sets a 1, com parciais de 6/3, 4/6, 6/4 e 6/4, em 3 horas e 7 minutos.

O triunfo não foi fácil para Dimitrov, que nas duas rodadas anteriores havia passado por tenistas oriundos do qualifying. Mas ele conseguiu passar às oitavas de final e agora terá pela frente o vencedor do duelo entre o australiano Nick Kyrgios e o francês Jo-Wilfried Tsonga.

Número 11 do mundo, o espanhol Pablo Carreño Busta passou às oitavas de final ao derrotar o luxemburguês Gilles Muller, o 28º colocado no ranking, por 7/6 (7/4), 4/6, 7/5 e 7/5. Seu próximo rival em Melbourne vai sair do duelo entre o croata Marin Cilic e o norte-americano Ryan Harrison.

Já o italiano Andreas Seppi (76º) resistiu aos 52 aces de Ivo Karlovic (89º) para avançar às oitavas de final do Aberto da Austrália depois de uma batalha de 3 horas e 51 minutos em que superou o oponente em cinco sets por 6/3, 7/6 (7/4), 6/7 (3/7), 6/7 (5/7) e 9/7. Seu próximo rival vai ser o britânico Kyle Edmund (49º), que bateu o georgiano Nikoloz Basilashvili (61º) por 7/6 (9/7), 3/6, 4/6, 6/0 e 7/5.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.