1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Brasileiro nº 338 da ATP faz história e vence Tsonga no Rio Open

- Atualizado: 17 Fevereiro 2016 | 17h 19

Thiago Monteiro bate francês por 2 sets a 1

O tênis brasileiro viveu uma de suas maiores zebras da história nesta quarta-feira. O desconhecido Thiago Monteiro, apenas número 338 do mundo, conseguiu a maior vitória de sua curta carreira e, aos 21 anos, despachou o número 9 do mundo, Jo-Wilfried Tsonga, na estreia do Rio Open. Em pouco mais de duas horas, o jovem triunfou por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 3/6 e 6/4.

Era apenas a estreia de Thiago Monteiro na chave principal de um torneio da ATP, e tinha pela frente logo o francês Tsonga, cabeça de chave número 3 no Rio e vencedor de 12 títulos no circuito. Só que o cearense superou as expectativas, se aproveitou das condições climáticas favoráveis no calor da capital fluminense e confirmou a zebra.

Thiago Monteiro era considerado uma das grandes promessas do tênis brasileiro há alguns anos e essa vitória mostrou um pouco da qualidade que o levou a ser número 2 do mundo na categoria juvenil em 2012. De lá para cá, lesões no joelho e no cotovelo atrapalharam a carreira do tenista, que agora tenta comprovar todo o talento demonstrado na base.

Thiago Monteiro  foi a grande zebra na rodada do Rio Open

Thiago Monteiro  foi a grande zebra na rodada do Rio Open

O brasileiro mostrou que o amplo favoritismo de Tsonga ficaria na teoria logo no primeiro set. Com confiança, aproveitou a maior responsabilidade do lado do francês para jogar solto, e deu certo. Depois de um início equilibrado, Thiago surpreendeu com duas quebras, no sétimo e no nono games, para fechar.

A derrota acordou Tsonga, que voltou superior para a segunda parcial. O francês buscou uma quebra logo no primeiro game, segurou bem quando o brasileiro teve a oportunidade de devolver, e ainda confirmou outro break point no fim para selar o empate: 1 set a 1.

Parecia que o jogo estava se voltando para Tsonga, mas Thiago não desanimou e manteve o equilíbrio. Os tenistas foram trocando games, até que o brasileiro aproveitou uma oportunidade e alcançou a quebra. No décimo e decisivo game, ainda salvou dois break points antes de confirmar a grande vitória.

Depois de passar por um tenista do Top 10, Thiago Monteiro terá pela frente uma tarefa teoricamente bem mais fácil. Ele duelará na segunda rodada do torneio com o uruguaio Pablo Cuevas, número 45 do mundo, que atropelou na estreia o argentino Facundo Bagnis.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX