Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Brasileiro nº 338 da ATP faz história e vence Tsonga no Rio Open

Tênis

Antonio Lacerda/EFE

Brasileiro nº 338 da ATP faz história e vence Tsonga no Rio Open

Thiago Monteiro bate francês por 2 sets a 1

0

Agência Estado,
Estadão Conteúdo

17 Fevereiro 2016 | 16h57

O tênis brasileiro viveu uma de suas maiores zebras da história nesta quarta-feira. O desconhecido Thiago Monteiro, apenas número 338 do mundo, conseguiu a maior vitória de sua curta carreira e, aos 21 anos, despachou o número 9 do mundo, Jo-Wilfried Tsonga, na estreia do Rio Open. Em pouco mais de duas horas, o jovem triunfou por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 3/6 e 6/4.

Era apenas a estreia de Thiago Monteiro na chave principal de um torneio da ATP, e tinha pela frente logo o francês Tsonga, cabeça de chave número 3 no Rio e vencedor de 12 títulos no circuito. Só que o cearense superou as expectativas, se aproveitou das condições climáticas favoráveis no calor da capital fluminense e confirmou a zebra.

Thiago Monteiro era considerado uma das grandes promessas do tênis brasileiro há alguns anos e essa vitória mostrou um pouco da qualidade que o levou a ser número 2 do mundo na categoria juvenil em 2012. De lá para cá, lesões no joelho e no cotovelo atrapalharam a carreira do tenista, que agora tenta comprovar todo o talento demonstrado na base.

O brasileiro mostrou que o amplo favoritismo de Tsonga ficaria na teoria logo no primeiro set. Com confiança, aproveitou a maior responsabilidade do lado do francês para jogar solto, e deu certo. Depois de um início equilibrado, Thiago surpreendeu com duas quebras, no sétimo e no nono games, para fechar.

A derrota acordou Tsonga, que voltou superior para a segunda parcial. O francês buscou uma quebra logo no primeiro game, segurou bem quando o brasileiro teve a oportunidade de devolver, e ainda confirmou outro break point no fim para selar o empate: 1 set a 1.

Parecia que o jogo estava se voltando para Tsonga, mas Thiago não desanimou e manteve o equilíbrio. Os tenistas foram trocando games, até que o brasileiro aproveitou uma oportunidade e alcançou a quebra. No décimo e decisivo game, ainda salvou dois break points antes de confirmar a grande vitória.

Depois de passar por um tenista do Top 10, Thiago Monteiro terá pela frente uma tarefa teoricamente bem mais fácil. Ele duelará na segunda rodada do torneio com o uruguaio Pablo Cuevas, número 45 do mundo, que atropelou na estreia o argentino Facundo Bagnis.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.