Pigossi perde para favoritas e cai nas duplas no Torneio de Rabat

Brasileira é derrotada ao lado da argentina Nadia Podoroska

Estadão Conteúdo

03 Maio 2017 | 18h34

A tenista brasileira Laura Pigossi foi eliminada nas quartas de final da chave de duplas do Torneio de Rabat, no Marrocos, nesta quarta-feira. Ela e a argentina Nadia Podoroska foram batidas pela húngara Timea Babos e a pela checa Andrea Hlavackova, principais favoritas ao título, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2.

Com a derrota, a brasileira não conseguiu repetir a campanha do ano passado, quando chegou às semifinais. A brasileira tem se destacado mais nas duplas do que nas chaves de simples nas últimas temporadas. Nas duplas, é a atual 159º lugar. Em simples, é a tenista número 404 da lista da WTA.

Na semifinal, as algozes da dupla sul-americana vão enfrentar a australiana Daria Gavrilova e a sérvia Aleksandra Krunic.

SIMPLES

Na semifinal da chave de duplas, Daria Gavrilova também avançou em simples nesta quarta-feira. Terceira cabeça de chave, ela derrotou a belga Elise Mertens por 2 a 0, com parciais de 6/2 e 6/1. Sua próxima adversária será a italiana Sara Errani, que despachou a norte-americana Alison Riske por 7/6 (9/7), 6/7 (4/7) e 6/2.

Além de Gavrilova, a cabeça 1 Anastasia Pavlyuchenkova garantiu seu lugar nas quartas ao bater Ekaterina Makarova, em um duelo russo, por 6/2 e 7/5. A americana Lauren Davis, sétima pré-classificada, será a próxima rival de Pavlyuchenkova. Isso porque ela venceu a ucraniana Kateryna Bondarenko por 6/1 e 6/2.

Já as cabeças dois e cinco se despediram da chave de simples. A suíça Timea Bacsinszky, segunda cabeça de chave, derrotou a americana Catherine Bellis por 6/7 (3/7), 7/5 e 7/5. E a casaque Yulia Putintseva caiu diante de outra tenista dos EUA, Varvara Lepchenko, por 1/6, 6/4 e 6/1.

A veterana italiana Francesca Schiavone, por sua vez, assegurou vaga nas quartas de final. Para tanto, ela derrubou a canadense Gabriela Dabrowski por duplo 6/4, enquanto a alemã Tatjana Maria superou a casaque Yaroslava Shvedova por 6/3 e 6/4.

Mais conteúdo sobre:
tênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.