1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Rio Open recebe Nadal, Ferrer e os melhores tenistas do Brasil

- Atualizado: 15 Fevereiro 2016 | 07h 15

Dupla Bruno Soares e Marcelo Melo também estará em quadra

O Rio Open, maior torneio de tênis da América do Sul, começa nesta segunda-feira com a promessa de ser o mais disputado em relação às duas edições anteriores. Os espanhóis Rafael Nadal e David Ferrer, campeões em 2014 e 2015, respectivamente, estão de volta ao Rio, mas eles terão pela frente outros nove tenistas entre os 40 melhores do ranking da ATP. Os brasileiros Thomaz Bellucci e Teliana Pereira serão cabeças de chave.

Além de Nadal e Ferrer, a competição terá nomes como o francês Jo-Wilfried Tsonga, o norte-americano John Isner e o italiano Fabio Fognini, vice-campeão do torneio no ano passado. “As expectativas são as melhores possíveis. Neste terceiro ano do Rio Open, nós temos o melhor line up de todos, e isso é bastante promissor”, avaliou o diretor da competição, Luiz Carvalho.

Francês Jo-Wilfried Tsonga é um dos astros do Rio Open
Francês Jo-Wilfried Tsonga é um dos astros do Rio Open

Entre os brasileiros, as maiores expectativas recaem sobre Thomaz Bellucci, no masculino, e Teliana Pereira, no feminino. Bellucci subiu cinco posições no ranking da ATP semana passada, chegou à 30ª posição e, com isso, será o oitavo cabeça de chave na disputa. Ele vai enfrentar o ucraniano Alexandr Dolgopolov. Teliana, 44ª na lista da WTA, é a principal cabeça de chave da competição e estreia contra a croata Petra Martic, 163ª do mundo.

A competição no Rio servirá também para Bruno Soares e Marcelo Melo iniciarem a preparação para a disputa de duplas nos Jogos Olímpicos. Os dois já formaram parceria em 2010 e 2011, desde então cada um vem competindo ao lado de tenistas de outros países. No Rio-2016, entrarão com chances de medalha. No Rio Open, eles vão estrear contra os compatriotas Fabiano de Paula e Orlando Luz.

A estrutura é semelhante à do ano passado, com nove quadras de saibro instaladas na sede social do Jockey Club Brasileiro, na Lagoa, zona sul do Rio. A quadra central tem capacidade para 6.200 pessoas. Hoje ela será batizada com o nome de Guga Kuerten – o ex-tenista será homenageado durante a rodada noturna.

Ano passado, o torneio reuniu 55 mil pessoas. A expectativa é que o público se mantenha próximo a isso este ano. Não há mais ingressos para os jogos de sábado e domingo, mas ainda é possível encontrar entradas para os demais dias da semana.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX