Saretta disputa 3 torneios nos EUA

O tenista embarcou para disputar três torneios nos Estados Unidos. O número 73 do mundo jogará pela primeira vez na carreira os ATP de Washington e Long Island antes de seguir para o Aberto dos Estados Unidos. ?Tive muito tempo para me adaptar ao piso sintético rápido, que é a quadra utilizada nesses campeonatos. Isso significa mudar um pouco meu estilo de jogo. Preciso ser mais agressivo, ir à rede para definir os pontos.? Seu principal parceiro de treinamentos tem sido Fernando Meligeni, 63º do ranking, que fará calendário idêntico nos Estados Unidos. Outro brasileiro, André Sá, 57º, também jogará em Nova York. Para o coordenador-técnico Carlos Chabalgoity, a expectativa é muito boa para esta temporada sobre piso sintético, que incluirá ainda o Brasil Open, na Costa do Sauípe, de 7 a 15 de setembro. ?Saretta obteve seus melhores resultados do ano no saibro, mas é um tenista que se criou na quadra sintética. Serão três torneios novos para ele, de nível bastante elevado. Trabalhamos a parte psicológica, enfatizando a concentração, e sua confiança está grande.? Neste período, Saretta vai defender 100 pontos no ranking. Ele jogará sem compromisso em Washington (torneio de US$ 800 mil e que tem Andre Agassi como favorito) e Long Island (US$ 400 mil), mas defenderá 60 pontos pelo título de Curitiba durante o Aberto dos Estados Unidos e depois precisará repetir 40 pontos no Brasil Open. ?Não fico pensando em ranking. Os pontos são conseqüência das vitórias e do trabalho realizado. Estou tranqüilo quanto a isso.? No início desta semana o tenista de Americana tirou uma pequena folga e participou de clínicas de tênis para crianças durante o Diadora Open, torneio profissional disputado em Gramado. ?Foi uma curtição, uma coisa que eu nunca tinha feito antes. A gente tem de dar nossa contribuição para incentivar a garotada a jogar cada vez mais.?

Agencia Estado,

09 Agosto 2002 | 18h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.