Leonardo Muñoz/ EFE
Leonardo Muñoz/ EFE

Schiavone estreia com vitória sobre húngara no Torneio de Rabat

Italiana supera Timea Babos

Estadão Conteúdo

01 Maio 2017 | 16h50

A veterana italiana Francesca Schiavone estreou com vitória no Torneio de Rabat, disputado no saibro, no Marrocos. Nesta segunda-feira, a tenista de 36 anos passou pela húngara Timea Babos, cabeça de chave número 4, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/1.

A competição serve como preparação para Roland Garros, Grand Slam que Francesca Schiavone conseguiu a vaga para a chave principal na data limite. Na ocasião, a italiana foi convidada para disputar o Torneio de Bogotá, na Colômbia, e ocupava apenas a 168.ª colocação no ranking. Precisava do título para subir para 104 do mundo e ele veio.

Francesca Schiavone já anunciou que esta é a sua última temporada da carreira e por isso a importância de chegar bem para disputar Roland Garros, torneio que ela já conquistou há sete anos. Em Rabat, agora ela aguarda pela vencedora do confronto entre a canadense Gabriela Dabrowski e a marroquina Lina Qostal, que duelarão nesta terça-feira.

Ainda nesta segunda-feira, a também italiana Sara Errani avançou para as oitavas de final ao derrotar a russa Anna Blinkova por duplo 6/3. Errani agora terá pela frente a norte-americana Alison Riske, cabeça de chave número 8, que também entrou em quadra e derrotou a francesa Alizé Cornet por 6/2 e 6/4.

Cabeça de chave número 5 em Rabat, a ucraniana Yulia Putintseva derrotou a alemã Andrea Petkovic também por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4. Na próxima rodada, ela terá pela frente a norte-americana Varvara Lepchenko, que bateu a alemã Kirsten Flipkens por 2 a 1 (6/3, 1/6 e 6/3).

Por fim, a russa Ekaterina Makarova passou pela belga Yanina Wickmayer por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2. Nas oitavas de final, ela enfrentará a vencedora do confronto entre a russa Anastasia Pavlyuchenkova, cabeça de chave número 1, e a suíça Conny Perrin.

Mais conteúdo sobre:
tênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.