Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Serena espanta desconfiança com vitória em Melbourne

Tênis

Mast Irham/efe

esportes

tênis

Serena espanta desconfiança com vitória em Melbourne

Já a brasileira Teliana Pereira é arrasada por Monica Niculescu

0

Estadão Conteúdo

18 Janeiro 2016 | 10h01

Atual campeã do Aberto da Austrália e líder do ranking mundial, Serena Williams abriu sua campanha nesta edição do Grand Slam realizado em Melbourne, nesta segunda-feira, vencendo a italiana Camila Giorgi por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/5. Com o triunfo, a tenista norte-americana espantou a desconfiança que pairava sobre ela, que não disputava uma partida oficial desde quando foi eliminada nas semifinais do US Open no ano passado.

Natural favorita ao título, Serena acabou ficando fora da última edição do Masters da WTA, torneio que reuniu as oito melhores jogadoras da temporada passada, alegando que precisava cuidar da sua saúde e também de suas lesões. Já no início deste ano, ela abandonou a disputa da Copa Hopman, torneio de exibição realizado também na Austrália, por causa de dores no joelho esquerdo.

Com isso, Serena entrou em quadra com o público desconfiado em relação à sua condição física. Entretanto, a número 1 do mundo foi à segunda rodada em Melbourne sem maiores sustos e se credenciou para enfrentar na próxima fase a taiwanesa Su-Wei Hsieh, que na estreia eliminou a letã Jelena Ostapenko por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 3/6, 7/5 e 6/1.

Para abrir campanha com triunfo, Serena aproveitou três de dez chances de quebrar o saque de Giorgi, atual 36ª colocada do ranking mundial, e um rival considerada complicada para uma estreia em um Grand Slam, cuja chave principal tem 128 tenistas. A italiana, por sua vez, converteu o único break point cedido pela norte-americana na partida, mas não resistiu ao favoritismo de sua poderosa adversária.

RADWANSKA E SHARAPOVA AVANÇAM

Outras duas tenistas de destaque que estrearam com vitórias nesta segunda-feira foram a polonesa Agnieszka Radwanska e a russa Maria Sharapova, respectivas quarta e quinta cabeças de chave em Melbourne. A primeiras delas passou com facilidade pela norte-americana Christina McHale, batida por 6/2 e 6/3. Sharapova, por sua vez, teve ainda mais facilidade para arrasar a japonesa Não Hibino por 6/1 e 6/3.

Com o triunfo na estreia, Radwanska se credenciou para travar na segunda rodada um interessante duelo com a talentosa canadense Eugenie Bouchard, 37ª colocada da WTA, que na estreia eliminou a sérvia Aleksandra Krunic com parciais de 6/3 e 6/4. Já Sharapova terá pela frente na segunda rodada a bielo-russa Aliaksandra Sasnovich, que eliminou a russa por 6/3 e 7/6 (7/2).

A checa Petra Kvitova, por sua vez, justificou com autoridade a sua condição de sexta cabeça de chave ao atropelar a tailandesa Luksika Kumkhum por 6/3 e 6/1. A próxima adversária de Kvitova será a australiana Daria Gavrilova, que em outro duelo do dia derrotou a checa Lucie Hradecka por 7/6 (7/3) e 6/4.

Outras cabeças de chave que confirmaram favoritismo em suas estreias nesta segunda foram a espanhola Carla Suárez Navarro, a suíça Belinda Bencic, a italiana Roberta Vinci, a russa Svetlana Kuznetsova e a francesa Kristina Mladenovic. Já Caroline Wozniacki, 16ª pré-classificada e ex-líder do ranking mundial, decepcionou ao cair já na primeira rodada diante da casaque Yulia Putintseva. As outras eliminadas na condição de cabeças de chave em suas estreias nesta segunda foram a italiana Sara Errani, a alemã Andrea Petkovic, a norte-americano Sloane Stephens, a australiana Samantha Stosur, a russa Anastasia Pavlyuchenkova e a eslovaca Anna Karolina Schmiedlova.

TELIANA É ARRASADA

Única tenista brasileira na chave principal do Aberto da Austrália, Teliana Pereira jogou muito mal e acabou sendo arrasada em sua estreia no Grand Slam nesta segunda-feira. Ela foi superada pela romena Monica Niculescu, que venceu por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/1, em apenas 75 minutos.

Embora tenha conseguido conquistar uma quebra de saque no duelo, a tenista brasileira, 46ª colocada da WTA, perdeu games nos cinco break points que cedeu à adversária, hoje a 40ª tenista do mundo. Sem nenhum ponto de saque e vencendo apenas 48% dos pontos que disputou com o seu primeiro serviço, a número 1 do Brasil ainda cometeu 21 erros não forçados, contra 21 da romena.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.