Soares abre Roland Garros com vitória fácil; Wawrinka e Del Potro também ganham

Brasileiro e sua dupla venceram por 2 sets a 0

Estadão Conteúdo

30 Maio 2017 | 10h50

Bruno Soares e Jamie Murray não tiveram maiores dificuldades para confirmar favoritismo em suas estreias nesta edição de Roland Garros. Quinto cabeça de chave do Grand Slam francês ao lado do tenista britânico, o brasileiro abriu a sua participação no torneio masculino de duplas em Paris derrotando os sérvios Viktor Troicki e Janko Tipsarevic por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6 (7/0), nesta terça-feira, em 1h11min de confronto.

Com o triunfo tranquilo na primeira rodada, Soares e Murray se credenciaram para enfrentar na próxima fase quem levar a melhor na partida entre a dupla formada pelos russos Karen Khachanov e Mikhail Elgin contra a parceria que conta com o belga Steve Darcis e o francês Benoit Paire.

Para seguir em frente no mais importante torneio de tênis realizado em quadras de saibro, o brasileiro e o britânico começaram o jogo desta terça-feira de forma eficiente. Sem oferecerem nenhuma chance de quebra de saque a Troicki e Tipsarevic no primeiro set, eles converteram um de dois break points para abrir vantagem e depois fechar a parcial em 6/3.

Já no segundo set, mais equilibrado que o primeiro, as duas duplas aproveitaram a única oportunidade de quebra que tiveram cada uma e a disputa ao tie-break. E foi justamente no desempate que Soares e Murray exibiram um desempenho arrasador para fechar em 7/0 e garantir o triunfo na estreia.

SIMPLES

Também em confrontos válidos pelo início da programação desta terça-feira e já encerrados em Roland Garros, o suíço Stan Wawrinka e o argentino Juan Martín del Potro confirmaram favoritismo em suas respectivas estreias na chave masculina de simples.

Campeão do Grand Slam francês em 2015 e terceiro cabeça de chave desta edição da competição, Wawrinka derrotou o eslovaco Jozef Kovalik, 152º colocado da ATP, por 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 7/6 (8/6) e 6/3, para ir à segunda rodada.

Com maiores dificuldades apenas no segundo set, no qual chegou a ter o saque quebrado por uma vez e só venceu em um apertado tie-break, Wawrinka sobrou nas outras duas parciais, confirmando todos os seus serviços e convertendo três break points ao total nestes dois sets para liquidar a partida em 1h57min.

Após este triunfo, Wawrinka terá pela frente na próxima fase o ucraniano Alexandr Dolgopolov, 89º colocado do ranking mundial, que eliminou o argentino

Carlos Berlocq com parciais de 7/5, 6/3 e 6/4 em outro jogo já encerrado nesta terça.

O argentino Juan Martín del Potro, por sua vez, confirmou a sua condição de 29º cabeça de chave com autoridade ao arrasar o seu compatriota Guido Pella por 6/2, 6/1 e 6/4 em sua estreia. Atrapalhado por uma série de lesões nas últimas temporadas, Del Potro não jogava o Grand Slam francês desde 2012, quando caiu nas quartas de final diante do suíço Roger Federer.

Ex-Top 10 e hoje 30º colocado da ATP, ele terá como próximo rival neste seu retorno a Paris o vencedor do confronto entre o cipriota Marcos Baghdatis e o espanhol Nicolás Almagro, também previsto para ser encerrado nesta terça-feira.

Para ir à próxima fase, Del Potro foi amplamente dominante contra Pella, atual 115º do ranking, que não conseguiu ameaçar o saque do seu compatriota por nenhuma vez na partida e ainda viu o mesmo converter cinco de 15 break points para encaminhar o seu triunfo em sets diretos.

Outro tenista de destaque que estreou com vitória tranquilo nesta terça foi o australiano Nick Kyrgios, 18º pré-classificado, que passou pelo alemão Philipp Kohlschreiber com parciais de 6/3, 7/6 (7/4) e 6/3.

Polêmico por suas declarações fora de quadra e com grande personalidade dentro dela, Kyrgios mostrou estar recuperado da lesão no quadril que o forçou a abandonar o Masters 1000 de Roma, há duas semanas, e agora avançou para encarar na segunda rodada em Paris o vencedor da partida entre o sul-africano Kevin Anderson e o tunisiano Malek Jaziri.

ZVEREV CAI NA ESTREIA

 Surpreendente campeão do Masters 1000 de Roma, na semana retrasada, o alemão Alexander Zverev acabou sendo surpreendido em sua estreia em Roland Garros. Nono cabeça de chave e atual décimo tenista do mundo, ele caiu diante do experiente espanhol Fernando Verdasco, que venceu por 3 sets a 1, com 6/4, 3/6, 6/4 e 6/2.

Esta partida havia sido interrompida na última segunda-feira por causa da chuva e foi reiniciada nesta terça, quando Verdasco, de 33 anos e 37º colocado da ATP, triunfou para encarar na segunda rodada o francês Pierre-Hugues Herbert.

QUERREY TAMBÉM É SURPREENDIDO

O norte-americano Sam Querrey, 27º cabeça de chave, foi outro tenista surpreendido na estreia nesta terça ao cair diante do sul-coreano Hyeon Chung, o 67º colocado da ATP, que ganhou com parciais de 6/4, 3/6, 6/3 e 6/3.

Assim, o tenista oriental foi à segunda rodada e se credenciou para encarar o usbeque Denis Istomin, que em outro duelo desta terça superou o também norte-americano Ernesto Escobedo por 7/6 (7/3), 6/3 e 6/4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.