Tony O'Brien/Reuters
Tony O'Brien/Reuters

Soares triunfa ao lado de ex-parceiro e avança nas duplas em Estocolmo

Brasileiro bate dupla formada por espanhol e argentino por 2 sets a 0, ao lado do austríaco Alexander Peya

Estadão Conteúdo

18 Outubro 2017 | 16h34

O brasileiro Bruno Soares estreou nesta quarta-feira no Torneio de Estocolmo, na Suécia, com vitória. Atuando ao lado de seu ex-parceiro, o austríaco Alexander Peya, ele levou a melhor sobre o argentino Leonardo Mayer e o espanhol David Marrero por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/5) e 6/3.

+ Bia Haddad leva virada e é eliminada nas oitavas no Torneio de Luxemburgo

+ Rogerinho perde de israelense e cai nas oitavas no Torneio de Moscou

Cabeças de chave número 4, Soares e Peya confirmaram o favoritismo em somente 1h07min de partida. Apesar de encontrarem certa dificuldade, aproveitaram dois dos seis break points que tiveram e foram precisos no serviço, ao não cederem sequer uma oportunidade de quebra aos adversários.

Agora, Soares e Peya terão pela frente na segunda rodada o holandês Robin Haase e o australiano Michael Venus, algozes do brasileiro Marcelo Demoliner e do também australiano Marcus Daniell na primeira rodada.

Vale lembrar que Soares e Peya foram parceiros oficiais até o fim da temporada 2015, quando o brasileiro passou a atuar ao lado de Jamie Murray. Por conta de problemas de agenda, no entanto, o britânico não pôde ir à Suécia, o que abriu caminho para que Soares jogasse com o austríaco.

SIMPLES

Na chave de simples, destaque para o italiano Fabio Fognini, que venceu pela segunda rodada do torneio nesta terça. Cabeça de chave número 6, ele confirmou o favoritismo ao passar pelo sueco Elias Ymer por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 3/6 e 7/6 (9/7).

Outro cabeça de chave que venceu foi o espanhol Fernando Verdasco. Oitavo favorito da competição, ele passou em dois sets pelo estoniano Jurgen Zopp, com parciais de 6/4 e 6/2. O polonês Jerzy Janowicz, o sérvio Viktor Troicki e o alemão Jan-Lennard Struff também avançaram à próxima fase.

Mais conteúdo sobre:
Bruno Soares

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.