Dolores Ochoa/AP
Dolores Ochoa/AP

Thiago Monteiro revela dicas de Rogerinho para vencer em Paris

Brasileiro usou informações do compatriota para supera Alexandre Muller

Felipe Rosa Mendes, Estadão Conteúdo

30 Maio 2017 | 19h06

O brasileiro Thiago Monteiro contou com dicas do colega e compatriota Rogério Dutra Silva para vencer na primeira rodada de Roland Garros. Foi isso que o tenista de 22 anos revelou nesta terça-feira, momentos depois de passar com muita dificuldade pelo desconhecido francês Alexandre Muller, apenas número 330 do mundo, contra quem nunca havia jogado.

"O Rogerinho jogou com ele há duas semanas e me falou um pouco, mas eu não o conhecia", comentou o tenista. "O Rogerinho me falou que a esquerda do meu adversário era bem melhor que a direita, que ele sacava bem, mas que no segundo saque dava para ser mais agressivo, e eu fui me apegando a estas informações."

As dicas do colega, no entanto, não impediram que o confronto desta terça se desenhasse bastante difícil para Thiago Monteiro. Somente depois de 3h43min de partida, ele conseguiu despachar a zebra e vencer na estreia no saibro de Paris por 3 sets a 2, com parciais de 7/6 (7/4), 2/6, 4/6, 7/6 (7/3) e 6/0.

"Já sabia que seria uma estreia difícil. Era o jogador da casa, totalmente sem pressão. Com o apoio da torcida, conseguia subir o nível. Mas me mantive forte no que tinha que fazer", avaliou. "Foi um jogo diferente. Ele jogou bem solto, era sua primeira chave de Grand Slam, aproveitou muito bem a oportunidade. Mas dou créditos aos fatores mental e físico, que me ajudaram bastante e me deixaram tranquilos."

Com o triunfo, Thiago Monteiro avançou à segunda rodada de Roland Garros, na qual terá pela frente uma difícil missão: enfrentar o cabeça de chave número 15 do torneio, o também francês Gael Monfils.

Mais conteúdo sobre:
tênis Roland Garros Thiago Monteiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.