1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Wawrinka bate checo e enfrenta Thomaz Bellucci no US Open

Estadão Conteúdo

25 Agosto 2014 | 20h 50

Brasileiro conseguiu quebrar jejum no Grand Slam norte-americano e terá grande desafio pela frente contra o quarto melhor do mundo 

O suíço Stan Wawrinka será o adversário de Thomaz Bellucci na segunda rodada do US Open. O atual número quatro do mundo confirmou o confronto com o brasileiro na noite desta segunda-feira ao vencer o checo Jiri Vesely por 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 7/6 (8/6) e 7/6 (7/3), em sua estreia em Nova York.

Mais cedo, o número 1 do Brasil vencera o francês Nicolas Mahut por 3 a 0, encerrando um jejum de quatro anos sem vitórias no Grand Slam norte-americano. "No primeiro set tive que sair do buraco em alguns momentos, mas nessa hora joguei muito bem", comentou Bellucci ao fim da partida.

"A partir do segundo set comecei a devolver melhor e o jogo ficou mais para mim. Tive poucos problemas no saque. Daí foi questão de tempo e tranquilidade para quebrar o serviço dele e comandar o jogo", declarou o tenista, que chegou a abrir 5/0 no terceiro set.

O confronto entre Bellucci e Wawrinka, campeão do Aberto da Austrália deste ano, será apenas o segundo entre os dois tenistas no circuito profissional. No primeiro, ainda em 2009, o brasileiro levou a melhor, no saibro de Gstaad, na Suíça.

Os dois não foram os únicos a vencerem na estreia sem perder sets. O canadense Milos Raonic, atual número seis do mundo, superou o japonês Taro Daniel por 6/3, 6/2 e 7/6 (7/1). Seu próximo adversário será o alemão Peter Gojowczyk, que avançou ao eliminar o compatriota Benjamin Becker por 6/2, 6/4 e 6/2.

Já o francês Jo-Wilfried Tsonga precisou de quatro sets para despachar o argentino Juan Monaco com parciais de 6/3, 4/6, 7/6 (7/2) e 6/1. Tsonga também enfrentará um rival desconhecido na segunda rodada. Será o casaque Aleksandr Nedovyesov - venceu o irlandês James McGee por 4/6, 6/2, 6/1 e 7/6 (7/3).

Também avançaram nesta segunda os espanhóis Tommy Robredo, Fernando Verdasco e Pablo Carreño Busta, o alemão Philipp Kohlschreiber, o italiano Simone Bolelli e o francês Benoit Paire.