1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

CBA afasta fiscais suspeitos de prejudicar piloto na Stock Car

- Atualizado: 29 Fevereiro 2016 | 15h 40

Entidade vai apurar se comissários agiam contra Cacá Bueno

A Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) afirmou nesta segunda-feira que decidiu afastar os comissários de pista da Stock Car suspeitos de terem agido deliberadamente para prejudicar o pentacampeão da categoria, Cacá Bueno. A entidade explicou em nota que abriu inquérito administrativo para apurar irregularidades e garantiu que esses profissionais não têm autonomia para punir ou desclassificar competidores.

Segundo reportagem publicada nesta segunda-feira pelo jornal Folha de S. Paulo, fiscais da CBA mantinham um grupo de mensagens no serviço de mensagens WhatsApp em que ironizavam ter punido pilotos e comemoravam ter feito ameaças e aplicado desclassificações a alguns competidores. O principal alvo dos comissários é Bueno. Em uma mensagem, um dos profissionais que atua nos circuitos afirmou que não o tinha deixado ser campeão.

Stock Car enfrenta crise com os comissários
Stock Car enfrenta crise com os comissários

A CBA contou que repassou a reportagem publicada para a Procuradoria do Superior Tribunal da Justiça Desportiva (STJD) do automobilismo e classificou o caso como grave. Os comissários citados na reportagem estão afastados temporariamente e segundo a entidade, eles têm como atribuições redigir relatórios técnicos sobre os carros, com base somente no regulamento, sem margem para interpretações.

"A CBA, em levantamento realizado a partir de janeiro de 2009, pode afirmar, com toda certeza, que nenhum piloto veio a ser punido pelos comissários desportivos, com base em relatório dos comissários técnicos, e, portanto, nenhum piloto deixou de ser campeão em virtude de punições dos comissários da CBA", diz trecho da nota.

A próxima temporada da Stock Car começa no dia 6 de março, em Curitiba. No último ano o campeão foi o paulista Marcos Gomes.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX