1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Fórmula 1 abre pré-temporada com desafio para as equipes

- Atualizado: 21 Fevereiro 2016 | 07h 01

Escuderias terão menos tempo para se preparar para longo ano

Os testes da pré-temporada da Fórmula 1 começam nesta segunda-feira em Barcelona com um desafio para a categoria. As equipes terão um período menor para fazer experiências preparatórias antes de encarar o calendário mais longo da história da categoria, com 21 corridas em pouco mais de oito meses.

O regulamento limitou a duas as sessões de pré-temporada, e não mais três como era anteriormente. A novidade vai permitir às escuderias terem somente oito dias de teste na pista – foram 12 no ano passado. A primeira bateria será de amanhã até quinta. A segunda está marcada entre 1º e 4º de março, também em Barcelona.

Temporada 2016 da Fórmula 1
Valdrin Xhemaj/ EFE
Lewis Hamilton é o mais rápido em Baku

Na primeira atividade na estreia do circuito de rua de Baku, no Azerbaijão, Lewis Hamilton foi o mais rápido, três décimos à frente do companheiro de Mercedes Nico Rosberg

A expectativa para as primeiras voltas dos carros na pista espanhola é de notar como será o barulho deles. A última grande mudança nas regras, em 2014, obrigou a adoção dos motores turbo, responsáveis por minimizar o famoso ronco que tanto caracterizou a categoria por alguns anos.

O som alto, desde então, deu lugar a um barulho abafado e que rendeu críticas dos fãs. A solução do comando da Fórmula 1 foi obrigar as equipes a terem para 2016 uma estrutura nova no exaustor. É obrigatório ter agora dois diferentes canos, um só para a turbina e outro apenas para o escapamento. Até 2015, o mesmo cano de saída reunia as duas funções.

"Fizemos alguns experimentos no laboratório e notamos que o barulho aumentou consideravelmente", disse o diretor- técnico da Mercedes Paddy Lowe. A escuderia alemã foi uma das pioneiras em testar ferramentas para aumentar o barulho dos motores.

No geral o regulamento vai trazer poucas novidades para 2016. A alteração radical na parte técnica dos carros virá apenas na temporada do ano que vem.

A primeira prova será no dia 20 de março na Austrália, com o encerramento marcado para Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, em 27 de novembro. Duas semanas antes a categoria vai passar pelo Brasil, na prova que será disputada no autódromo de Interlagos.

A abertura da pré-temporada vai indicar possíveis candidatos a ameaçar o domínio da Mercedes. A escuderia alemã fez o campeão e o vice nas duas últimas temporadas, com Lewis Hamilton e Nico Rosberg, respectivamente. A expectativa em Barcelona é ver se Ferrari e Williams estão fortes o suficiente para brigar com a Mercedes.

NOVATOS

Os brasileiros Felipe Nasr, da Sauber, e Felipe Massa, da Williams, vão à pista apenas nos dois últimos dias de teste. Nos dois primeiros os carros serão pilotados pelo sueco Marcus Ericsson e pelo finlandês Valtteri Bottas.

Na abertura, nesta segunda-feira, duas equipes vão apresentar seus carros. A estreante Haas, escuderia americana, e a Manor, costumeira ocupante dos últimos lugares do grid.

A Manorlevou uma novidade curiosa para a categoria ao contratar o primeiro piloto indonésio da história da Fórmula 1. Rio Haryanto, de 22 anos, vai ter como companheiro de equipe outro novato, o alemão Pascal Wehrlein.

O terceiro estreante é o inglês Jolyon Palmer, da Renault. A escuderia francesa retorna à categoria depois de cinco anos e vai substituir a Lotus.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX