Assine o Estadão
assine

Esportes

Kevin Magnussen

Magnussen se diz 'extremamente motivado' na Renault

O dinamarquês Kevin Magnussen está de volta ao grid da Fórmula 1. Nesta quarta-feira, ele foi confirmado como um dos pilotos titulares da Renault para a temporada 2016 da categoria. Será seu retorno após um ano como reserva da McLaren em 2015, e ele garante que o período afastado das corridas apenas o deixou mais motivado para provar seu valor.

0

Estadão Conteúdo

03 Fevereiro 2016 | 14h26

"Eu espero que possa provar muitos pontos em 2016. Estou extremamente motivado depois de um ano inteiro fora. Eu fiquei do lado de fora das corridas por tantos fins de semana que estou faminto para voltar e provar meu valor", declarou.

O dinamarquês chegou à Fórmula 1 em 2014, ano em que somou apenas 55 pontos e terminou na 11.ª colocação do Mundial de Pilotos. A McLaren como um todo, no entanto, não foi bem naquele ano, e o outro piloto da equipe, o campeão mundial Jenson Button, foi apenas o oitavo da temporada. Por isso, Magnussen acredita que deveria ter sido mantido como titular no ano passado.

"Eu tive uma temporada em 2014 com a McLaren e senti que fui bem em comparação com o campeão mundial", afirmou Magnussen, demitido pela McLaren no fim do ano passado. "Ser substituído no ano seguinte foi difícil. Eu piloto desde que tinha seis anos, então sentar do lado de fora não fazia parte dos meus planos."

De volta à Fórmula 1 como equipe de fábrica, a Renault conta com a confiança de Magnussen para crescer e se tornar uma das principais da categoria. "A Renault vai brigar pelo campeonato mundial no futuro. Pode ser uma fase de construção, mas eles estão aqui para vencer e é um objetivo que eu compartilho. Não acredito que agora sou parte disso", comemorou.

Comentários