Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Red Bull aposta em início ruim e vê Toro Rosso à frente

Velocidade

Red Bull aposta em início ruim e vê Toro Rosso à frente

O chefe da Red Bull, Christian Horner, admitiu estar pessimista para o início da temporada 2016 da Fórmula 1. Cauteloso, ele revelou a expectativa de que a sua equipe seja pouco competitiva no início do campeonato, mas acredita que será possível dar um salto de desempenho na segunda metade da temporada.

0

Estadão Conteúdo

18 Fevereiro 2016 | 13h21

"Eu acho que vai ser um ano de duas metades, e no segundo semestre será mais competitivo para nós do que no primeiro semestre. Equipes como Toro Rosso darão um grande salto de desempenho apenas pela mudança de motor que elas farão para este ano. Mas nós estamos esperando dar passos durante todo o ano", disse o dirigente.

Assim, Horner revelou, inclusive, a expectativa de que a Red Bull, que usa motores fornecidos pela Renault, tenha desempenho pior do que a Toro Rosso, impulsionada por propulsores da Ferrari. Mas acredita que essa situação seja reversível. "Para começar o ano, sim, mas espero que isso mude com o decorrer do ano", afirmou.

Em 2015, a Red Bull enfrentou dificuldades para ser competitiva e responsabilizou a Renault pelo desempenho ruim. Para Horner, o retorno da montadora francesa como uma equipe de fábrica deve ajudar no desenvolvimento do motor. "Eu acho que a coisa positiva da Renault estar na Fórmula 1 é que eles estão comprometendo, espero, os recursos necessários e os orçamentos que lhes permitam serem competitivos", explicou Horner.

Após quatro títulos consecutivos na Fórmula 1, entre 2010 e 2013, a Red Bull viu o seu domínio da categoria passar para as mãos da Mercedes. No ano passado, inclusive, a equipe foi apenas a quarta colocada no Mundial de Construtores. O australiano Daniel Ricciardo e o russo Daniil Kvyat foram mantidos como pilotos titulares para a temporada 2016.

Comentários