Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Renault apresenta novo carro e confirma Magnussen

Velocidade

Reprodução Twitter

Esportes

F-1

Renault apresenta novo carro e confirma Magnussen

Dinamarquês será piloto titular da equipe francesa

0

Estadão Conteúdo

03 Fevereiro 2016 | 12h01

A Renault, que está de volta à Fórmula 1 como equipe de fábrica, apresentou nesta quarta-feira o seu carro para a temporada de 2016. O modelo RS16 será predominante preto e com detalhes em amarelo e o evento de apresentação, realizado na fábrica da Renault na cidade francesa de Guyancourt, foi exibido por meio de transmissão ao vivo pela internet.

O layout do novo carro exibe uma inversão das cores predominantes do último monoposto que a Renault teve na F1, em 2010, quando era quase todo amarelo e tinha detalhes em preto. Mas, ainda mais novidade do que a apresentação do carro, foi a confirmação oficial de Kevin Magnussen como piloto titular da equipe francesa.

Demitido pela McLaren no final do ano passado, o dinamarquês irá substituir o venezuelano Pastor Maldonado, que na última segunda-feira confirmou que estará fora do grid da Fórmula 1 nesta próxima temporada. O estreante britânico Jolyon Palmer será o outro titular do time em 2016, enquanto o francês Esteban Ocon se juntou à Renault como piloto reserva e de testes.

Na cerimônia realizada nesta quarta-feira, a Renault se tornou a primeira equipe a revelar o seu novo carro para a temporada de 2016. Após reassumir a equipe baseada em Enstone, que corria sob o nome de Lotus até ano passado, a escuderia espera voltar a exibir força como time de fabrica, o que acontece pela terceira vez na história da categoria - isso ocorreu antes entre 1977 e 1985 e entre 2002 e 2010, sendo que neste último período o time foi bicampeão mundial de pilotos e construtores com Fernando Alonso nas temporadas de 2005 e 2006.

Além de confirmar Magnussen e Ocon como seus novos pilotos, a Renault também oficializou a volta de Bob Bell como seu novo diretor técnico, enquanto Nick Chester se tornou diretor técnico de chassis e Remi Taffin será diretor técnico de engenharia.

Com essa nova equipe técnica, a Renault está confiante que logo poderá voltar a brigar por vitórias e por títulos na F1. "A ambição não é apenas a de participar. Não temos a intenção de apenas fazer número. Nós estamos aqui para vencer. Vencemos em todos as categorias, não há razão para não repetirmos isso na F1. Nós sabemos o caminho", afirmou Cyril Abiteboul, diretor de corrida da Renault.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.