Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Temporada da Fórmula 1 terá prova de rua na capital do Azerbaijão

Velocidade

Christof Stache/AFP

Temporada da Fórmula 1 terá prova de rua na capital do Azerbaijão

Baku receberá em junho o GP da Europa, com reta de 2 km

0

O Estado de S. Paulo

21 Fevereiro 2016 | 07h00

O calendário mais longo da Fórmula 1 terá duas etapas a mais do que no ano passado. O GP da Alemanha retorna, e a maior novidade será a disputa do GP da Europa nas ruas de Baku, a capital do Azerbaijão. O país jamais tinha recebido a categoria, e ganhou uma pista de 6 km de extensão à beira do mar Cáspio. A prova vai começas às 18 horas no horário local (10 horas de Brasília) e será disputada no dia 19 de junho.

A ideia inicial da organização era ter realizado o GP no local no ano passado, mas o circuito não ficou pronto a tempo. O desenho é de autoria do alemão Hermann Tilke, arquiteto que assina projetos de outras pistas modernas da categoria, como Rússia, China, Cingapura, Bahrein e Abu Dabi.

O GP de Baku tem como atrativo uma reta de quase 2 km de extensão em que os carros devem chegar aos 340 km/h. A previsão é que os 6 km de extensão propiciem uma velocidade média de 200 km/h, com passagens por pontos turísticos e históricos da capital do país. Assim como Interlagos, o traçado é no sentido anti-horário.

O GP da Alemanha retorna à categoria depois de um ano de ausência. A corrida em Hockenheim ficou fora em 2015 por falta de acordo comercial entre os organizadores da prova e a direção da Fórmula . O mesmo risco paira a partir do próximo ano sobre o GP da Itália, em Monza, cujo contrato termina este ano.

A FIA anunciou o calendário com uma das etapas ainda sem confirmação. O GP dos Estados Unidos, em Austin, aparece sob dúvida pelo corte de repasses do governo do Estado do Texas para a realização da prova. A etapa aguarda negociações e acordos para se tornar oficial.

O Brasil está mantido pelo terceiro ano seguido como a penúltima etapa do calendário, em 13 de novembro. Para a próxima edição a categoria terá à disposição a obra completa da área dos boxes. O edifício principal terá o teto mais alto, e o prédio do paddock, entregue parcialmente em 2015, estará com o segundo andar pronto.

Comentários