Bernadett Szabo/Reuters
Bernadett Szabo/Reuters

Antigos campeões da Fórmula 1 fracassaram ao se arriscar nas 500 Milhas

Piquet, Farina e Fangio chegaram a viver a decepção de não conseguir largar em Indianápolis

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

27 Maio 2017 | 19h00

Fernando Alonso será o 11.º campeão mundial de Fórmula 1 a tentar a vitória nas 500 Milhas de Indianápolis, prova que será realizada neste domingo. Se o espanhol teve cinco antecessores que ganharam a prova, também tem outros exemplos de insucessos para usar como alerta.

Na década de 1950, o italiano Giuseppe Farina e o argentino Juan Manuel Fangio ganharam juntos seis títulos mundiais de Fórmula 1. Mas, ao tentarem a disputa da tradicional prova no oval, eles não conseguiram sequer tempo para a largada.

O caso mais marcante de frustração nas 500 Milhas foi o do tricampeão mundial Nelson Piquet. Em 1992, um ano após deixar a Fórmula 1, o brasileiro sofreu um grave acidente nos treinos livres, ao bater forte num muro e ter fraturas nas duas pernas. Na edição seguinte, ele novamente tentou correr, porém teve problemas mecânicos no carro no começo da prova.

Apesar de não ter sido campeão mundial, o francês Jean Alesi foi o fracasso mais recente de um ex-Fórmula 1. Em 2012, ele foi desclassificado da corrida por estar lento demais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.