Darron Cummings/AP
Darron Cummings/AP

Após deixar a Ganassi, Kanaan é confirmado como novo piloto da AJ Foyt na Indy

Aos 42 anos, brasileiro vai para a 21ª temporada na categoria

Estadão Conteúdo

05 Outubro 2017 | 13h58

Depois de deixar a Ganassi após o fim desta temporada da Fórmula Indy, Tony Kanaan foi oficialmente anunciado, nesta quinta-feira, 5, como novo piloto da equipe AJ Foyt na categoria norte-americana. O veterano de 42 anos foi confirmado para 2018 e chega para ser a principal referência da tradicional escuderia.

+ Castroneves deixa a Indy e correrá em categoria de carros esportivos pela Penske

Ao se referir a Kanaan, que disputou neste ano a sua 20ª temporada na Indy, o site oficial da categoria ressaltou que a ida do brasileiro para o seu novo destino vai unir "dois ícones" da história do automobilismo. Ex-piloto de 82 anos que dá nome à equipe que o baiano de Salvador passará a defender, AJ Foyt é o recordista de vitórias da categoria, com 67 ao total, sendo quatro delas das tradicionais 500 Milhas de Indianápolis. Ele também acumulou sete títulos em sua carreira.

"São duas lendas juntas", disse Kanaan, sem falsa modéstia, ressaltando que ficou lisonjeado com o fato de que já havia sido elogiado por AJ Foyt antes mesmo de ser procurado pelo ex-piloto. "Ainda antes de eu considerar guiar para ele, ele havia dito coisas legais sobre mim, como que eu seria bom (piloto) nos velhos tempos e que eu fui lembrado (como opção) por ele mesmo. Vindo de um cara como ele, isso é grande", ressaltou.

Kanaan conquistou 17 vitórias em sua longa carreira na Indy, sendo uma delas a das 500 Milhas de Indianápolis de 2013. E essa também é a primeira vez que Foyt contratou um ganhador da tradicional prova para uma temporada completa da categoria.

"Há alguns anos venho falando com o Tony a respeito dele vir para nosso time, e estou muito feliz que nós conseguimos chegar a um acordo. Tony é um guerreiro e tem a mesma vontade e determinação de ganhar que nós temos. Ele é o centro da reestruturação que estamos fazendo na equipe", afirmou Foyt, dono da equipe que leva seu sobrenome, ao comemorar a contratação de Kanaan nesta quinta-feira.

Campeão da Indy Lights em 1997 e depois da divisão de elite da categoria em 2004, Kanaan ficou os últimos quatro anos na Ganassi e correrá com o carro número 14 da sua nova equipe em 2018. Ele também ainda aguarda pela definição do seu novo companheiro de equipe, que será anunciado em breve, assim como lutará para conquistar um ressurgimento do time, que foi o pior da temporada passada.

Mais conteúdo sobre:
Tony Kanaan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.