Arrows não deve voltar na Bélgica

Segundo a assessoria da Arrows, time por onde corre o brasileiro Enrique Bernoldi, "são pequenas" as chances de a escuderia disputar o GP da Bélgica de Fórmula 1, 14.ª etapa do Mundial, domingo, no circuito de Spa-Francorchamps. Até hoje não havia nenhuma definição nas negociações mantidas entre Craig Pollock, o empresário de Villeneuve, e Tom Walkinshaw, sócio da Arrows. Pollock quer comprar a equipe. Os caminhões do time de Bernoldi ainda estavam em Leafield, na Inglaterra, sede do time, hoje, no fim da tarde. A falta de dinheiro já tirou a Arrows do GP da França e da Hungria neste campeonato. Michael Schumacher, atual campeão do mundo, reiterou que sua prioridade em Spa será, como em Budapeste, trabalhar para Rubens Barrichello, o companheiro de Ferrari, terminar o Mundial na segunda colocação. A Ferrari já é campeã também entre os construtores. Schumacher busca vencer pelo menos uma das quatro etapas que restam para o fim do campeonato a fim de isolar-se em outro recorde da Fórmula 1: o de maior número de vitórias em uma mesma temporada, 10. Até agora, ele, em 1995, 2000 e 2001, e Nigel Mansell, 1992, ganharam nove corridas no mesmo ano.

Agencia Estado,

27 Agosto 2002 | 18h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.