Thomas J Russo / USA Today Sports
Thomas J Russo / USA Today Sports

Castroneves deixa a Indy e correrá em categoria de carros esportivos pela Penske

Brasileiro será da mesma equipe que Juan Pablo Montoya e Dane Cameron em torneio de endurance

Estadão Conteúdo

04 Outubro 2017 | 13h06

O período de 20 anos de Hélio Castroneves como piloto em tempo integral na Fórmula Indy chegou ao fim. Nesta quarta-feira, a equipe Penske anunciou que o brasileiro, dono de três vitórias nas 500 Milhas de Indianápolis, passará a fazer parte do seu programa de carros esportivos, deixando de competir na categoria norte-americana de monopostos.

Castroneves é um dos pilotos mais populares da Indy, tendo se tornado conhecido nos Estados Unidos também fora das pistas, especialmente após ter vencido o "Dancing with the Stars", um prestigiado programa de TV. Em 2018, ele ainda vai participar das 500 Milhas de Indianápolis, mas ficará fora do restante do campeonato.

"Eu tive a sorte de alcançar muitos dos meus objetivos pessoais com a Penske ao longo dos anos", disse Castroneves. "Eu também estou entusiasmado por ter uma chance de correr novamente pela Penske nas 500 Milhas de Indianapolis. Gosto muito dessa corrida e tentar me tornar o quarto vencedor de quatro provas é algo que eu realmente quero realizar na minha carreira. Nós chegamos tão perto nos últimos anos e, com essa equipe, eu sei que vamos ter uma ótima oportunidade para tentar fazer história".

Helinho vai se juntar a Juan Pablo Montoya, Dane Cameron e um piloto ainda a ser identificado nos dois carros da Acura que a Penske alinhará na próxima temporada da SportsCar, considerado o principal campeonato de endurance dos Estados Unidos e na qual cada carro conta com dois competidores. Neste fim de semana, ele, Montoya e Simon Pagenaud vão participar do Petit Le Mans no circuito de Road Atlanta.

"Ajudar Roger, a equipe e todos com a Acura a iniciar este programa e construir a partir disso será outro grande desafio e uma ótima oportunidade em minha carreira", disse Castroneves. "Estou orgulhoso de tudo o que conseguimos juntos na Fórmula Indy e agora estou concentrado em ajudar a desenvolver o ARX-05 para tentar ganhar as 24 Horas de Daytona e o campeonato da SportsCar em 2018 com a Acura".

Castroneves é considerado um dos maiores nomes da história da Indy, tendo estreado em 1998 e migrado para a Penske em 2000, mesmo que nunca tenha sido campeão - foi vice quatro vezes, em 2002, 2008, 2013 e 2014. Além disso, venceu as 500 Milhas em 2001, 2002 e 2009.

Mais conteúdo sobre:
Fórmula Indy

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.