Chuva e Barrichello larga na pole

Apenas 26 minutos. Esse foi o tempo que os pilotos tiveram, nesta sexta-feira, para obter as melhores colocações no grid do GP da Austrália, etapa de abertura do Mundial, por causa da chuva que começou a cair. O treino deveria durar uma hora. E o Brasil começou bem a competição. Rubens Barrichello, da Ferrari, larga neste domingo na pole position, a quarta na carreira, com o tempo de 1min25s843, enquanto o seu companheiro de equipe, Michael Schumacher, registrou o segundo tempo, 1min25s848. Barrichello foi 5 milésimos de segundo mais veloz. Felipe Massa, da Sauber, que a cada treino ratifica seu enorme talento, larga na nona posição, 1min27s972, na frente do parceiro, o rápido Nick Heidfeld, décimo, 1min28s232. Com toda certeza haverá gente que alegará que as mudanças no tempo em Melbourne mascaram a relação de forças entre as equipes neste início de temporada. Verdade. Ficou claro, nesta sexta-feira de novo, porém, que ainda o melhor conjunto é o da Ferrari, apesar de Barrichello e Michael estarem com o modelo do ano passado. O primeiro adversário do time italiano no grid da prova é a Williams, de Ralf Schumacher, terceiro tempo, 1min26s279, a 436 milésimos de Barrichello. Diferença bem menor que a de 1 segundo e 545 milésimos imposta por Michael a Ralf na sexta-feira. Antes da pole desta sexta-feira, Barrichello já havia largado em primeiro no GP da Bélgica de 1994, pela Jordan, no GP da França de 1999, com a Stewart, e no GP da Grã-Bretanha de 2000, já no time da Ferrari. A McLaren, que nos testes de pré-temporada mostrou-se mais veloz que a Williams, ficou atrás. David Coulthard registrou o quarto tempo, 1min26s446, e o finlandês Kimi Raikkonen, estreante na McLaren, o quinto, 1min27s161. Juan Pablo Montoya, da Williams, larga na sexta colocação, com 1min27s249. O outro brasileiro da Fórmula 1, Enrique Bernoldi, foi o piloto que menos treinou por problemas no câmbio da Arrows. Conseguiu o 17.º tempo, 1min29s738. A corrida começa neste domingo à meia-noite, com trasmissão ao vivo pela Rede Globo. Grid oficial: 1) Rubens Barrichello, Brasil, Ferrari, 1min25s843 2) Michael Schumacher, Alemanha, Ferrari, 0s005 atrás. 3) Ralf Schumacher, Alemanha, Williams-BMW, 0s436. 4) David Coulthard, Grã-Bretanha, McLaren-Mercedes, 0s603. 5) Kimi Raikkonen, Finlândia, McLaren-Mercedes, 1s318. 6) Juan Pablo Montoya, Colômbia, Williams-BMW, 1s406. 7) Jarno Trulli, Itália, Renault, 1s867. 8) Giancarlo Fisichella, Itália, Jordan-Honda, 2s026. 9) Felipe Massa, Brasil, Sauber-Petronas, 2s129. 10) Nick Heidfeld, Alemanha, Sauber-Petronas, 2s389. 11) Jenson Button, Grã-Bretanha, Renault, 2s518. 12) Olivier Panis, França, BAR-Honda, 2s538. 13) Jacques Villeneuve, Canadá, BAR-Honda, 2s814. 14) Mika Salo, Finlândia, Toyota, 3s362. 15) Heinz-Harald Frentzen, Alemanha, Arrows, 3s631. 16) Allan McNish, Grã-Bretanha, Toyota, 3s793. 17) Enrique Bernoldi, Brasil, Arrows, 3s895. 18) Mark Webber, Austrália, Minardi-Asiatech, 4s243. 19) Eddie Irvine, Grã-Bretanha, Jaguar, 4s270. 20) Pedro de la Rosa, Espanha, Jaguar, 4s349. 21) Alex Yoong, Malásia, Minardi-Asiatech, 5s661. Não se classificou: Takuma Sato, Japão, Jordan-Honda, 27s508.

Agencia Estado,

02 Março 2002 | 00h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.