1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Comissários do GP da Áustria mantêm punição a Pérez

Agência Estado

20 Junho 2014 | 15h 01

Piloto foi penalizado com a perda de cinco posições por ter alterado a direção do monoposto de forma irregular no acidente com Massa

Horas depois de a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) anunciar que iria revisar a punição aplicada a Sergio Pérez, penalizado com a perda de cinco posições no GP da Áustria, os comissários da prova anunciaram que a sanção ao piloto da Force India foi mantida.

O anúncio ocorreu depois de os comissários terem analisado "novos elementos" apresentados pela equipe, que tentava anular a punição aplicada ao mexicano, considerado culpado pelo polêmico acidente no qual se envolveu com o brasileiro Felipe Massa na última volta do GP do Canadá, no último dia 8, em Montreal. 

Naquela ocasião, o brasileiro da Williams acertou por trás o carro de Pérez quando tentava ultrapassar o rival na luta pela quarta posição da prova. O choque acabou tirando os dois pilotos da pista. Depois da prova, os comissários do GP da Áustria concluíram que o mexicano alterou a direção do seu monoposto de forma irregular, fazendo com que Massa não pudesse evitar o choque por trás.

[---#{"MM-ESTADAO-CONTEUDO?FOTO":[{"ID":"240979"}]}#---]

Entretanto, Pérez e a Force India seguiram sustentando que o culpado pelo acidente foi Massa e fizeram um pedido oficial pela revisão da punição na última quinta-feira, quando disseram ter "novos elementos" que poderiam reverter a decisão, mas a mesma foi mantida.

Por meio de um comunicado, a FIA justificou da seguinte forma a manutenção da punição: "Tendo considerado os novos elementos, incluindo a versão dos dois pilotos e das equipes, e tendo reavaliado todos os vídeos disponíveis e examinado os dados de telemetria, os comissários decidiram manter o veredicto original".

Em seguida, a FIA enfatizou que "ficou claro para os comissários que a defesa da posição (por parte de Pérez) ocorreu em uma área de frenagem", o que não pode ser feito. "O artigo 20.4 especifica que é proibido usar toda a pista para se defender em pontos de freada. Dessa forma, o piloto do carro 11 não tinha o direito de defender a posição da maneira que fez", explicou a entidade.

Assim, Pérez largará no domingo cinco posições atrás da que conquistar na pista, neste sábado, no treino de classificação para o grid marcado para começar às 9 horas (de Brasília).

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo