USA Today Sports/Thomas J.Russo
USA Today Sports/Thomas J.Russo

Dixon e Franchitti sofrem assalto em lanchonete perto do circuito de Indianápolis

Dupla foi atacada por dois garotos que aparentavam ter 15 e 14 anos

O Estado de S.Paulo

22 Maio 2017 | 15h46

O piloto da Fórmula Indy Scott Dixon e o ex-piloto da categoria Dario Franchitti foram assaltados em uma lanchonete que fica muito próxima ao circuito de Indianápolis, na noite deste domingo, segundo informações divulgadas pela polícia local.

O neozelandês Dixon, de 36 anos, que marcou a pole position das 500 Milhas de Indianápolis, tradicional prova que será realizada no próximo fim de semana, e o escocês Franchitti, de 44, foram atacados por dois garotos que aparentavam ter 15 e 14 anos. Os suspeitos já foram detidos, de acordo com as autoridades.

O relatório policial revelou que o roubo ocorreu por volta das 22 horas do domingo em um estabelecimento que serve alimentos do tipo "fast food" a cerca de 1,5 km do Indianapolis Motor Speedway. O documento diz também que os ladrões fugiram após o assalto e que a esposa de Dixon, Emma, também estava no veículo das vítimas.

O brasileiro Tony Kanaan, também piloto da categoria, contou nesta segunda-feira que Dixon estava dentro do carro, com os vidros das janelas abaixados, fazendo um pedido para um grupo de pilotos quando foi rendido pelos criminosos.

"Enquanto eles estavam encomendando (a comida) com a janela baixa, dois caras se aproximaram com a arma apontada. Eles seguraram uma arma na cabeça de Dixon e exigiram a carteira e o telefone. Você não espera que isso aconteça, especialmente aqui", revelou Kanaan.

Dixon venceu as 500 Milhas de Indianápolis em 2008. Ex-companheiro dele na equipe Chip Ganassi e que se aposentou em 2013, Franchitti foi o campeão da mais tradicional etapa da Indy nos anos de 2007, 2010 e 2012.

A escuderia norte-americana emitiu uma nota sobre o ocorrido na qual reitera que os pilotos estão bem e que os integrantes do time não farão comentários enquanto as investigações policiais estejam em andamento, além de não prejudicar a concentração de Dixon para a prova.

"Scott Dixon e Dario Franchitti estão completamente bem depois de serem rendidos na noite passada por dois homens em um restaurante fast food. Nós permitiremos que os departamentos de polícia do Indianapolis Speedway (autódromo) lidem com situação e, enquanto conduzem as suas investigações, vamos nos abster de fazer comentários para permitir que Scott se concentre na chegada da Indianapolis 500", disse a nota da Chip Ganassi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.