Equipamentos da F1 começam a chegar

Os primeiros equipamentos necessários para a realização do GP do Brasil chegam nesta sexta-feira a Interlagos. Um primeiro comboio vindo do Aeroporto de Viracopos, em Campinas, onde a carga desembarcou, é esperado no autódromo pela manhã. Nele estão os contêineres com a parafernália da FOM, responsável pelas imagens da F1, e com material de algumas equipes. Até domingo chegam pneus, combustível, motores e todos os carros. São 900 toneladas de equipamentos, acomodados em 300 contêineres, cujo transporte e descarregamento exige um amplo planejamento. A ordem é não perder a carga de vista. Para "agilizar o processo? este ano, a Movicarga, empresa que desde 1992 trabalha no GP do Brasil fazendo a movimentação interna - descarregamento dos equipamentos em Interlagos -, também está coordenando o transporte do material desde a saída de Viracopos. "Trabalhamos com um sistema de informações on-line. Assim, sabemos a localização exata da carga?, disse o gerente de operações da empresa, Alexandre Valone. Também é preciso coordenação para que não aconteça, por exemplo, de um comboio transporte o carro de uma equipe, mas não os motores. Em média, a viagem entre Campinas e o autódromo leva 6 horas. O transporte é feito com o apoio da Polícia Rodoviária e o comboio é rastreado por satélite, além de ter escolta particular. Na "remessa? prevista para chegar na manhã desta sexta-feira estão, além dos equipamentos de TV, os carros das equipes Toyota e Renault e o combustível.

Agencia Estado,

21 Março 2002 | 19h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.