Srdjan Suki/EFE
Srdjan Suki/EFE

Hamilton se motiva com chance de igualar títulos do ídolo Senna

Piloto da Mercedes busca tricampeonato da F-1 nesta temporada

Estadão Conteúdo

12 Março 2015 | 11h25

Após reiteradas vezes declarar que tem Ayrton Senna como seu grande ídolo na Fórmula 1, Lewis Hamilton terá em 2015 a chance de igualar o brasileiro. Atual campeão mundial e com outro título conquistado na principal categoria do automobilismo, em 2008, agora pode se juntar a Senna como um tricampeão mundial, caso leve o título.

E Hamilton admite que a possibilidade aumenta a sua motivação para o campeonato, que começa neste fim de semana com a realização do GP da Austrália, no circuito de Melbourne. "Eu diria que sempre quis fazer o que Ayrton fez. Ayrton foi o meu piloto favorito e quando criança sempre quis imitá-lo", afirmou o inglês sobre o brasileiro, morto em 1994 e que conquistou títulos mundiais em 1988, 1990 e 1991.

Na Fórmula 1 desde 2007, Hamilton possui apenas uma vitória no GP da Austrália, conquistada em 2008, quando também levou o seu primeiro título mundial, enquanto no ano passado abandonou a prova, vencida pelo alemão Nico Rosberg, seu companheiro de equipe na Mercedes.

Embora, evidentemente, tenha a expectativa e a meta de conseguir um bom resultado em Melbourne, Hamilton tirou o peso da prova deste domingo para a sequência da temporada da Fórmula 1.

"É a mesma coisa. Eu não vejo uma importância exagerada especial em relação a qualquer outro momento. É claro que você vem para cá e gostaria de começar com o pé direito, como eu queria no ano passado, mas há um longo, longo caminho a percorrer, então o começo não é tão importante assim", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.