Lenda da Fórmula 1, Stirling Moss recebe alta depois de 134 dias internado

Britânico de 87 anos se recupera de uma grave infecção no peito

Estadao Conteudo

11 Maio 2017 | 13h54

Lendário ex-piloto da Fórmula 1, Stirling Moss voltou para casa depois de 134 dias hospitalizado, segundo comunicado publicado no site oficial do britânico. Aos 87 anos, ele se recupera de uma grave infecção no peito, que o obrigou a ser internado às pressas em Cingapura no dia 22 de dezembro do no passado, enquanto se preparava para um cruzeiro de Natal com a família.

No comunicado, o vencedor de 16 corridas e vice-campeão mundial por quatro vezes entre 1951 e 1961 diz que ainda há muito para melhorar, mas que está determinado e com uma excelente equipe no "pit stop".

"Por enquanto, eles (Moss e Susie) esperam apenas se deitar nos travesseiros de suas camas e assistir ao GP da Espanha", finaliza o comunicado, se referindo à prova que será disputada neste domingo, em Barcelona, palco da quinta etapa do Mundial de Fórmula 1 de 2017.

Além da boa notícia, ele e sua esposa, Susie Moss, agradecem aos que o apoiaram e às equipe médicas que o atenderam em Cingapura e no Reino Unido. Por causa da gravidade da infecção, Moss teve complicações que retardaram seu tempo de recuperação.

Apenas em janeiro, quase um mês depois da internação, o site oficial do ex-piloto confirmou que os médicos passaram a considerar a situação de Moss como estável.

Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.