Vincent Thian/AP
Vincent Thian/AP

Mais confiante na McLaren, Alonso mostra otimismo para corrida no Japão

Piloto espanhol destaca a melhora de rendimento da equipe inglesa e projeta boa prova em Suzuka

Estadão Conteúdo

04 Outubro 2017 | 15h58

Aproximando-se de sua reta final, o Mundial de Fórmula 1 desembarca no Japão no fim de semana. E o espanhol Fernando Alonso, após ter dificuldades com sua McLaren no início da temporada, está confiante com o atual desempenho extraído do carro nas últimas duas etapas, com destaque para o companheiro de equipe, o belga Stoffel Vandoorne.

+ Ansioso por GP do Japão, Massa prevê boa adaptação da Williams a Suzuka

"Eu sinto que definitivamente conseguimos entender o ritmo do carro - e Stoffel conseguiu demonstrar do que somos capazes - mas a má sorte e as lutas no tráfego significaram que não conseguimos marcar os pontos que nós esperávamos", disse o piloto. Vandoorne foi o sétimo colocado tanto no GP de Cingapura quanto na Malásia.

O bicampeão do mundo se disse muito animado para "um dos finais de semana mais excitantes da temporada". O espanhol também promete esforço máximo para atender as altas expectativas dos fãs, torcedores, membros da equipe e seus familiares ali presentes - entre 30 e 40% dos engenheiros são japoneses, vinculados à Honda, atual fornecedora de motor da equipe.

+ Após brilharem na Malásia, pilotos da Red Bull esperam desafio no Japão

"Eu tive algumas corridas difíceis recentemente, então estou ansioso para voltar ao eixo e trabalhar com meus engenheiros para dar a volta por cima", revelou o espanhol.

O palco desta etapa do calendário é o famoso e tradicional Circuito de Suzuka. Projetado pelo holandês John Hugenholtz, em 1962, a pista é conhecida como um excelente local de teste devido à sua mistura eclética de curvas. "Suzuka é definitivamente uma das minhas etapas favoritas no calendário", avaliou Alonso.

Mais conteúdo sobre:
Fernando Alonso Mclaren

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.