1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Massa vê Pérez 'perigoso' e critica: 'Precisa aprender'

Agência Estado

09 Junho 2014 | 09h 17

Pilotos se envolveram em acidente na última volta no GP do Canadá

A forte e impressionante batida com Sérgio Pérez na última volta do GP do Canadá de Fórmula 1, realizado no último domingo, deixou o brasileiro Felipe Massa irritado. O piloto da Williams não poupou críticas ao mexicano da Force India, responsável pela fechada que causou o acidente, chamou-o de "perigoso" e garantiu que a punição com a perda de cinco posições no grid da próxima corrida foi muito branda para o rival. 

"Estávamos a cerca de 300km/h ali. Com outro carro na frente, teria sido um acidente muito sério. Temos regras há alguns anos em que se um carro se alinha a outro, não pode se mover mais. Ele se moveu e nos tocamos. É perigoso. Para mim, cinco posições não é o suficiente. Ele foi perigoso. Podíamos ter batido no (Sebastian) Vettel", declarou. 

Andre Pichette/EFE
Felipe Massa bateu forte após Sérgio Pérez mudar trajetória e acertar o brasileiro

Após a prova, ambos foram levados para o centro médico do circuito, por precaução, fizeram exames de rotina e foram liberados em seguida sem qualquer problema. Massa revelou ter conversado com Pérez no hospital e garantiu que fez as críticas diretamente ao adversário."Eu falei com ele no centro médico. Estava muito desapontado com ele", disse o brasileiro.

"Disse que queria que ele aprendesse. Queria que se colocasse no meu lugar, porque tive uma grande batida e, honestamente, achei que me machucaria. Não é a primeira vez que ele fecha alguém na freada. Ele fez isso muitas vezes. Não me disse nada, se virou e saiu. Espero que aprenda." No momento do acidente, Massa tentava ganhar a quarta colocação de Pérez.

O acidente acabou tirando ambos da prova, o que foi lamentado pelo brasileiro, que elogiou sua Williams e chegou a dizer que tinha condições de vencer em Montreal. Agora, ambos iniciarão a preparação para o GP da Áustria, a próxima etapa da temporada de 2014 da Fórmula 1, marcada para o próximo dia 22.