Albert Gea/Reuters
Albert Gea/Reuters

McLaren confirma Alonso no GP da Malásia, o 2º do Mundial

Piloto espanhol fica fora da primeira prova por causa de um acidente

O Estado de S.Paulo

23 Março 2015 | 08h52

O piloto Fernando Alonso foi aprovado nos testes médicos realizados neste domingo e recebeu autorização para viajar para a Malásia, onde será disputada a próxima etapa do Mundial de Fórmula 1, domingo, dia 29 de março. Alonso terá de passar ainda por mais um teste, que será realizado por Jean-Charles Piette, médico da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), antes de ser totalmente liberado para a segunda etapa do mundial. Os exames finais deverão ser realizados na quinta-feira.

O empresário do piloto, García Abad, está otimista e garante que ele vai correr em Sepang. "Fernando está bem e vai passar pelos testes, tenho certeza. Confiamos que seja apenas um trâmite burocrático", disse o agente do bicampeão mundial ao jornal espanhol AS, explicando que Alonso fará um teste na quinta-feira antes do GP malaio para cumprir com as obrigações da FIA (Federação Internacional de Automobilismo).

O bicampeão mundial (2005 e 2006) foi submetido aos testes em Woking, sede da escudeira McLaren-Honda e passou grande parte do tempo no simulador da equipe, fazendo tempos bons e com regularidade, sem aparentar esforço.

Fernando Alonso havia sido afastado da primeira prova da temporada, na Austrália, depois de sofrer acidente nos treinos de pré-temporada, em Barcelona, dia 22 de fevereiro. Na saída da curva 3 do circuito, Alonso bateu contra o muro a uma velocidade de 150 km/h e perdeu a consciência por algum tempo, condição que acionou o protocolo de segurança e a hospitalização na clínica do circuito. Em seguida, o piloto foi levado de helicóptero para o Hospital Geral da Catalunha, onde ficou internado por três noites.

Alonso passou por um período de recuperação em Oviedo, com sua família, e retornou para a Inglaterra. Fernando Alonso volta à McLaren, equipe que já havia defendido em 2007.

VEJA NOTA DA MCLAREN

A McLaren-Honda está feliz em anunciar que, ainda sujeito a um teste médico final da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) nesta quinta-feira, em Sepang, Fernando Alonso voltará ao cockpit do MP4-30 nesse fim de semana no GP da Malásia. Desde seu acidente, Fernando seguiu um rigoroso e especializado programa de treinamento, desenhando e monitorado por nossos cientistas esportivos, para garantir sua segurança e volta em tempo certo às pistas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.