Montoya e Ralf não perdem otimismo

Um piloto satisfeito, outro nem tanto. Esse foi o clima na Williams após o primeiro dia de treinos em Interlagos. Juan Pablo Montoya, segundo mais rápido do dia (1min15s345) se disse bastante feliz com o trabalho realizado. Ralf Schumacher, quarto com 1min15s477, não gostou muito do acerto de seu carro. Ambos, porém, não tiveram reduzida a confiança em buscar a pole position no treino oficial de amanhã e a vitória na corrida, domingo. Montoya revelou que testou vários tipos de pneus (macios e duros) e considerou positivo os resultados. "O carro se mostrou bastante estável, com boa aderência. A tração também não está ruim. Eu cometi um erro no meu último jogo de pneus e perdi a oportunidade de fazer um tempo melhor. Mas, para uma sexta-feira, aprendi muito??, disse o colombiano. Ralf reclamou que seu carro estava saindo de frente. "No entanto, os nossos tempos mostram como estávamos fortes. A pole vai ser definida entre o Michael, o Montoya e eu??, calculou, com base com o que viu no treino, dando pouca importância ao fato de o escocês David Coulthard ter levado a McLaren ao primeiro lugar no dia. Uma das forças da Williams em Interlagos é o motor BMW. Os pneus Michelin também se saíram muito bem nos 42 graus de temperatura da pista, como era esperado. O GP do Brasil tem amanhã o seu treino de classificação, mas Montoya já pensa longe. Ele acha que a Williams é favorita não só em Interlagos como na próxima corrida, em San Marino, em 14 de abril.

Agencia Estado,

29 Março 2002 | 17h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.