Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Rei do Rali Dacar, Stéphane Peterhansel conquista o 12º título

Velocidade

Jorge Saenz/AP

Rei do Rali Dacar, Stéphane Peterhansel conquista o 12º título

Francês ganha pela sexta vez entre os carros; tem seis nas motos 

0

Estadão Conteúdo

16 Janeiro 2016 | 18h28

A classificação na 13.ª e última etapa foi apenas a 13.ª colocação, mais isso pouco importou para o francês Stéphane Peterhansel. Neste sábado, o piloto da Peugeot se sagrou campeão do Rali Dacar, o mais tradicional do mundo, pela 12.ª vez na carreira. São seis títulos entre os carros, sempre com seu navegador compatriota Jean-Paul Cottret, e outros seis entre as motos.

Peterhansel fechou a edição de 2016 do rali, na cidade argentina de Rosário, com um tempo total de 45h22min10s, o que representou uma vantagem de 34min58s para os vice-campeões, o catariano Nasser Al Attiyah e o navegador francês Matthieu Baumel, que defendiam o título.

O piloto francês é conhecido como "Monsieur Dacar" (Senhor Dacar), já que é dono de 12 triunfos na competição, seis entre as motos (1991, 1992, 1993, 1995, 1997 e 1998) e seis nos carros (2004, 2005, 2007, 2012, 2013 e 2016).

"Esse apelido representa que tenho muita experiência e faz todo o sentido porque minha primeira vitória foi há exatamente 25 anos. Mas esta vitória também foi possível pelo grande trabalho da equipe Peugeot, que em sua segunda participação obteve a conquista do Dacar", comentou Peterhansel.

Na etapa, uma especial de 180 quilômetros entre as cidades argentinas de Villa Carlos Paz e Rosário, o francês Sebastien Loeb e o navegador esloveno Daniel Elena, que lideraram a classificação geral até a metade da competição, ao menos fecharam a competição em grande estilo com a vitória marcando o tempo de 1h46min51s.

Entre os brasileiros, João Franciosi e Gustavo Gugelmim ficaram em 57.º lugar na soma dos tempos, duas posições à frente de Leandro Torres e Lourival Roldan. Já Guilherme Spinelli e Youssef Haddad abandonaram ainda na terceira etapa.

MOTOS

Como já era esperado pelo seu desempenho no rali, o australiano Toby Price confirmou seu nome entre os vencedores do Dacar. O piloto de 28 anos venceu neste sábado pela primeira vez a competição na categoria das motos, completando as etapas em um tempo total de 48h09min15s.

Neste sábado, o piloto da KTM concluiu a última etapa na quarta colocação, com 1h55min49 de prova. O vencedor foi o chileno Pablo Quintanilla, que completou o percurso em 1h51min08s. Em segundo lugar geral ficou o eslovaco Stefan Svitko, também da KTM, com 48h48min56s de tempo total completado. Quintanilla conquistou a terceira posição.

"Eu não sei o que dizer, não sei o que pensar. Estou em choque. Jamais imaginaria que conseguiria vencer essa corrida na minha segunda participação", afirmou Price. "Isso é incrível para a minha família, meus amigos e os meus fãs na Austrália. Vencer na minha segunda participação é incrível, mas ser o primeiro australiano a vencer o Dakar é simplesmente uma loucura. Jamais teria imaginado isso dois anos atrás", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.