1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Sebastian Vettel vence o GP do Bahrein de Fórmula 1 e aumenta vantagem

Agência Estado

21 Abril 2013 | 11h 01

Piloto alemão ultrapassou Nico Rosberg, que largou na pole, na terceira volta e dominou a prova

SAKHIR - O alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, venceu neste domingo o GP do Bahrein, quarta etapa da temporada 2013 da Fórmula 1 e aumentou a sua vantagem na liderança do Mundial de Pilotos.

 

O atual tricampeão mundial aproveitou os problemas enfrentados pelos principais concorrentes, especialmente o espanhol Fernando Alonso, para conquistar o triunfo com tranquilidade, após adotar um estilo agressivo nas primeiras voltas, quando assumiu a liderança após largar da segunda colocação.  

 

Os dois pilotos da Lotus completam o pódio da prova deste domingo no circuito de Sakhir, com o finlandês Kimi Raikkonen, que fez apenas dois pit stops, na segunda colocação, logo à frente do francês Romain Grosjean. Alonso e o brasileiro Felipe Massa tiveram vários problemas durante a corrida. Assim, o espanhol terminou a prova apenas na oitava colocação, enquanto o brasileiro foi o 15º. Pole position, o alemão Nico Rosberg decepcionou ao ficar na nona colocação.  

 

Esta foi a segunda vitória de Vettel na temporada 2013 da Fórmula 1 e a 28ª da sua carreira. O tricampeão segue na liderança do Mundial de Pilotos, agora com 77 pontos, contra os 67 de Raikkonen, os 50 de Lewis Hamilton e os 47 de Alonso. Já Massa é o sexto colocado, com 30 pontos. A Red Bull ocupa a primeira colocação do Mundial de Construtores com 109 pontos, 16 a mais do que a Lotus e 32 à frente da Ferrari.

 

A CORRIDA 

Na largada, Rosberg sustentou a ponta e Alonso chegou a assumir a segunda colocação, logo retomada por Vettel. Já Massa caiu para o quinto lugar ao ser ultrapassado por Di Resta.

 

Porém, sem um bom rendimento, Rosberg logo começou a perder posições. O alemão foi ultrapassado por Vettel na segunda volta, Alonso na quarta e Di Resta na sexta.  

 

Um dos favoritos da prova, Alonso saiu da luta pela vitória por causa de um problema na asa, que o obrigou a fazer dois pit stops a mais do que o previsto. Enquanto isso, Massa chegou a assumir a terceira colocação ao ultrapassar Rosberg na 10ª volta, mas teve um pneu furado, o que também o afastou da luta pelas primeiras colocações. Assim, terminou a prova fora da zona de pontuação.

 

Como adotaram estratégias diferentes da dos principais pilotos, Di Resta e Raikkonen chegaram a ocupar as primeiras posições ao atrasarem o primeiro pit stop. Porém, logo Vettel, com um estilo agressivo, retomou a liderança e abriu vantagem confortável para os demais pilotos.  

 

Assim, o alemão se consolidou em uma liderança confortável da prova, seguido por Raikkonen. As voltas finais, então, tiveram apenas disputas acirradas pelas demais posições. Na principal delas, Grosjean superou Di Resta para garantir a terceira colocação no GP do Bahrein. O escocês não conseguiu subir ao pódio, mas ao menos garantiu o melhor resultado da sua carreira.  

 

Hamilton garantiu a quinta colocação após ultrapassar o australiano Mark Webber nas últimas voltas. O piloto da Red Bull também perdeu sua posição para o mexicano Sergio Pérez, que foi bastante agressivo na parte final da prova para garantir o sexto lugar, seguido por Webber e Alonso.Rosberg foi o nono e o inglês Jenson Button, da McLaren, completou a zona de pontuação do GP do Bahrein.  

 

A temporada 2013 da Fórmula 1 prossegue no dia 12 de maio, quando será disputado o GP da Espanha, quinta etapa do campeonato, no Circuito da Catalunha, em Barcelona. 

 

Confira o resultado final do GP do Bahrein:

 

1º Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 57 voltas em 1h36min26s945

2º Kimi Raikkonen (FIN/Lotus), a 9s1

3º Romain Grosjean (FRA/Lotus), a 19s5

4º Paul di Resta (ESC/Force India), a 21s7

5º Lewis Hamilton (ING/Mercedes), a 35s2

6º Sergio Perez (MEX/McLaren), a 35s9

7º Mark Webber (AUS/Red Bull), a 37s2

8º Fernando Alonso (ESP/Ferrari), a 37s5

9º Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 41s1

10º Jenson Button (ING/McLaren), a 46s6

11º Pastor Maldonado (VEN/Williams), a 1min06s4

12º Nico Hulkenberg (ALE/Sauber), a 1min12s9

13º Adrian Sutil (ALE/Force India), a 1min16s7

14º Valtteri Bottas (FIN/Williams), a 1min21s5

15º Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 1min26s3

16º Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso), a 1 volta

17º Charles Pic (FRA/Caterham), a 1 volta

18º Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber), a 1 volta

19º Jules Bianchi (FRA/Marussia), a 1 volta

20º Max Chilton (ING/Marussia), a 1 volta

21º Giedo van der Garde (HOL/Caterham), a 2 voltas

 

Não completou:

 

Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso)