Alison/Bruno Schmidt e Ágatha/Duda avançam à final da etapa do Rio

Duplas brasileiras podem subir no primeiro lugar do pódio em etapa do Circuito Mundial

Estadão Conteúdo

20 Maio 2017 | 21h42

O Brasil terá neste domingo a chance de conquistar os títulos das chaves feminina e masculina da etapa do Rio do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Afinal, neste sábado, as duplas Ágatha/Duda e Alison/Bruno Schmidt se classificaram para a decisão do evento, que está sendo disputado no Centro Olímpico de Tênis.

Atuais campeões olímpicos, Alison e Bruno se garantiram na decisão no Rio com a vitória sobre os norte-americanos Theo Brunner e Casey Patterson por 2 sets a 0 , com parciais de 21/16 e 21/14. Na decisão, neste domingo, a partir das 11h20, eles terão pela frente os poloneses Losiak e Kantor, que foram campeões no Rio em 2016. Os brasileiros bateram os europeus nos sete duelos anteriores.

"Todo mundo estuda muito o nosso time. Se o placar foi um pouco elástico é porque acabou fluindo o jogo, um bloqueio que entra, a defesa que acaba encaixando, o adversário que não sabe o que fazer. O Bruno sacou muito bem. Tudo isso é resultado de trabalho e da nossa equipe, eles merecem isso tudo, nós só fazemos o que eles mandam", disse Alison.

Antes, também neste sábado, pelas quartas de final, Alison e Bruno, que ainda não perderam sets na etapa do Rio, venceram os norte-americanos Taylor Crabb e Jake Gibb por 2 a 0 (21/19, 21/15).

Na chave feminina, Ágatha se deu melhor no reencontro com Bárbara Seixas, sua parceira na conquista da medalha de prata na Olimpíada do Rio em 2016. Agora de lado diferente da quadra, Ágatha, ao lado de Duda, superou Fernanda Berti e Bárbara por 2 sets a 1, com parciais de 21/23, 21/15, 15/7, em 57 minutos, pelas semifinais.

"Foi um jogo de muita inteligência. Os dois lados tinham ex-parceiras que se conhecem há muito tempo. Joguei com a Bárbara por cinco anos, a comissão técnica dela me conhece e sabia que iriam tentar explorar os pontos em que tenho mais dificuldades. A Duda sacou bem, fez defesas bonitas. É muito legal olhar para o lado e saber que você pode contar com a pessoa que está ali, ela me ajudou nas horas difíceis hoje", destacou Ágatha.

Na decisão, neste domingo, as brasileiras vão encarar as canadenses Sarah Pavan e Melissa Humana-Paredes, a partir das 10 horas. Nas disputa pelo bronze, Fernanda Berti e Bárbara Seixas terao pelas frente as checas Slukova e Hermannova, às 8 horas.

Antes, também neste sábado, Ágatha e Duda haviam avançado às semifinais com a vitória sobre as norte-americanas Claes e Hughes por 2 sets a 0, com parciais de 21/19 e 21/17. Já Bárbara e Fernanda haviam vencido as compatriotas Larissa e Talita por 2 a 1 (21/19, 13/21, 15/12).

Mais conteúdo sobre:
vôlei de praia Vôlei

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.