Max Montecinos/CSV/Reprodução
Max Montecinos/CSV/Reprodução

Aliviado, Renan Dal Zotto festeja 1º título no comando da seleção brasileira

Técnico disputou sua segunda grande competição, após ser vice na Liga Mundial no mês passado

Estadão Conteúdo

12 Agosto 2017 | 08h34

O técnico Renan Dal Zotto não escondeu o alívio pelo triunfo sobre a Venezuela que deu à seleção brasileira masculina de vôlei, na noite de sexta-feira, o primeiro título sob o comando do novo treinador. Os brasileiros venceram por 3 sets a 0 na final do Sul-Americano, disputado no Chile.

"É um título importante, o Campeonato Sul-Americano vale vaga somente uma vaga ao Mundial. E importante também por manter a hegemonia brasileira na América do Sul, uma responsabilidade muito grande que tínhamos. Saímos daqui com o sentimento de dever cumprido", comentou o treinador.

Renan assumiu o comando da seleção no início do ano, em substituição a Bernardinho. Em seu primeiro grande desafio, levou o Brasil à final da Liga Mundial. Mas acabou com o vice-campeonato, ao ser batido pela França na decisão disputada na Arena da Baixada, em Curitiba.

O treinador, porém, não desperdiçou sua segunda chance de levantar o primeiro troféu no comando da seleção, neste Sul-Americano. "Essa é a melhor maneira que temos de demonstrar nossa força. Sabemos que não é fácil passar um campeonato inteiro sem perder um set. O time mereceu, está de parabéns, agora vamos comemorar esse título", disse o oposto Wallace, um dos destaques da final, com 13 pontos - foi o maior pontuador.

Este foi o 31º título sul-americano da equipe nacional em 31 participações no evento - o Brasil só não ficou com a taça na edição de 1964 do torneio, quando não esteve presente no mesmo. Com este novo troféu, a seleção também assegurou classificação para o Campeonato Mundial de 2018, que ocorrerá na Itália e na Bulgária.

Após manter a hegemonia no Sul-Americano, o Brasil já vai voltar à quadra neste domingo, quando enfrenta os Estados Unidos, às 10 horas, em amistoso no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Em seguida, às 20 horas de terça-feira, os comandados de Renan voltarão a enfrentar os norte-americanos em outro amistoso, mas desta vez em Manaus, na Arena Amadeu Teixeira.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.