1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Aniversariante, Lipe exibe confiança no vôlei do Brasil

AE - Agência Estado

19 Junho 2014 | 15h 01

Prestes a enfrentar a Polônia em dois jogos decisivos para a seleção brasileira de vôlei nesta Liga Mundial, o ponteiro Lipe viveu um dia especial para a sua carreira nesta quinta-feira. Ele completou 30 anos de idade neste 19 de junho e exibiu confiança no sucesso da equipe nacional nestes confrontos fora de casa, sendo o primeiro deles nesta sexta-feira, a partir das 14h30 (de Brasília), mesmo horário do duelo marcado para domingo entre os dois países.

Nesta sexta, o Brasil lidará com a pressão exercida por 16 mil torcedores no jogo que marcará a inauguração da Cracóvia Arena. Também fanática pelo vôlei como o público brasileiro, a torcida polonesa esgotou os ingressos para o confronto desta sexta em apenas 10 minutos. E Lipe não esconde a ansiedade para a partida, até pelo fato de que atuou no vôlei polonês na temporada 2012/2013 e criou boa identificação com os poloneses.

"Vai ser uma batalha incrível, um espetáculo maravilhoso para os fãs do vôlei e sabemos que não vai ser fácil. O ginásio vai estar lotado, eles também precisam das vitórias, então, tenho certeza que vai ser um jogão. Brasil e Polônia sempre fazem boas partidas e estou muito confiante", ressaltou o ponteiro, em declarações reproduzidas pela Confederação Brasileira de Vôlei.

O time comandando por Bernardinho jogará pressionado também pelo fato de que precisa ganhar os próximos duelos para ter mais chances de ir à fase final da Liga Mundial. Com apenas oito pontos em oito jogos disputados, o Brasil ocupa a terceira posição do Grupo A. Com a mesma pontuação e duas partidas a menos, os poloneses ocupam a vice-liderança da chave.

Mas nem o fato de o Brasil ter vencido apenas três dos oito jogos que realizou até aqui tira a confiança de Lipe. "A seleção não tem mais o mesmo tempo de preparação de antes e isso é muito difícil. Continuamos batalhando como sempre aconteceu aqui, mas é fato que o nosso tempo de preparação, agora, é realizado durante os jogos. O sofrimento que tivemos no começo da Liga Mundial foi reflexo disso. No início, muitos jogadores nem puderam se apresentar porque ainda estavam terminando a temporada com os clubes. Mas já estamos em outro nível e vamos crescer cada vez mais", aposta.

Já ao falar sobre o período em que atuou no vôlei da Polônia, Lipe não escondeu a sua admiração pelo país. "Aqui na Polônia estou sempre feliz. Eu adoro esse país e realmente me sinto em casa", disse o brasileiro, negando que sinta o peso dos 30 anos de idade nas costas. "Vamos amadurecendo e a vida vai ficando mais alegre com o passar do tempo. Quando mais novo, ficamos muito preocupado com a profissão e com tudo que nos cerca e, agora, a vida vai ficando um pouco mais leve. Estou em um momento muito feliz e chegar aos 30 está sendo muito tranquilo", assegurou.

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo