FIBV
FIBV

Argentina leva última vaga e Mundial Feminino de Vôlei define os 24 participantes

Brasil já estava garantido por conta da vitória no Sul-Americano

Estadão Conteúdo

16 Outubro 2017 | 13h50

Os participantes da edição de 2018 do Mundial Feminino de Vôlei estão definidos. A última das 24 vagas no torneio, que será realizado no Japão, foi para a Argentina, que venceu no último fim de semana um qualificatório da América do Sul, disputado em Arequipa, no Peru.

Para isso, a seleção argentina ganhou os três jogos que disputou no qualificatório, diante de Colômbia (3 sets a 0), Uruguai (3 a 0) e Peru (3 a 1). Esse classificatório não contou com a presença da seleção brasileira porque a equipe nacional havia se garantido previamente no Mundial com a conquista do título do Sul-Americano, realizado em Cali, na Colômbia, em agosto, com cinco vitórias e sem perder nenhum set.

As principais seleções do mundo estão asseguradas no Mundial, como os Estados Unidos, que obtiveram a vaga com o título mundial de 2014, e a Rússia, sete vezes campeã, que venceu o seu grupo no classificatório europeu. O Japão nem precisou participar do qualificatório por ser o país-sede.

O Mundial Feminino de Vôlei terá uma única seleção estreante, a de Trinidad e Tobago. Em compensação, o torneio não contará com as participações de equipes tradicionais, como Polônia, República Checa, Romênia e Peru.

As 24 seleções que vão participar do Mundial são: Japão, China Casaquistão, Coreia do Sul, Tailândia, Camarões, Quênia, Rússia, Sérvia, Turquia, Itália, Azerbaijão, Alemanha, Holanda, Bulgária, Brasil, Argentina, Estados Unidos, Canadá, Cuba, República Dominicana, Porto Rico, México e Trinidad e Tobago.

Mais conteúdo sobre:
Vôlei

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.