Brasil ganha da Rússia e fatura o hexa do Grand Prix

A seleção brasileira feminina de vôlei garantiu neste domingo o hexacampeonato do Grand Prix de vôlei ao bater mais uma vez no torneio a Rússia, desta vez por 3 sets a 1 (com parciais de 25/20, 25/20, 23/25 e 25/17), em Reggio Calabria, na Itália. A conquista deste ano foi invicta e só serviu para coroar o trabalho do técnico José Roberto Guimarães e suas atletas. Apesar dos placares apertados, os sets foram definidos rapidamente (considerando o tempo em que a bola esteve em jogo). O primeiro durou apenas 18 minutos, enquanto que o segundo foi decidido em 27 minutos. No terceiro set, em que as russas ganharam por um placar apertado, foi o mais demorado, com 31 minutos. Já o quarto set durou 26 minutos. O jogo foi decidido graças às boas atuações de Jacqueline, Sheila, Sassá, Arlene e Fofão, que exploraram as jogadas ofensivas e conseguiram defender bem. As russas, por outro lado, cometeram muitos erros na defesa (inclusive com lances infantis) e só passaram à frente quando foi o time brasileiro quem falhou na defesa. Com esta vitória, o Brasil se consolida como o maior vencedor do torneio: seis títulos (1994, 1996, 1998, 2004, 2005 e 2006). Em segundo lugar está a Rússia, com três taças (1997, 1999 e 2002). Depois, vem Cuba e Estados Unidos, cada um com duas conquistas (1993 e 2000, para as cubanas, e 1995 e 2001, para as norte-americanas). Com um título está apenas a China (2003). Na decisão de terceiro lugar, a seleção da Itália venceu Cuba por 3 sets a 2, com parciais de 25/17, 25/15, 23/25, 22/25 e 15/11.

Agencia Estado,

10 Setembro 2006 | 16h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.