Brasil treina em Minas para a Liga

Apesar de estrear em Recife na fase final da Liga Mundial, na próxima terça-feira, contra a Espanha, a seleção brasileira masculina de vôlei vai treinar até a sexta-feira em Belo Horizonte. O técnico Bernardinho explica por que os treinos serão na capital mineira: ?Jogar no Brasil, diante da torcida, é muita pressão. Então, precisamos deste período de treino aqui, no Mineirinho, que é um ginásio muito grande ? o que faz a pressão ser menor. É preciso também um tempo de adaptação. É que estamos fazendo agora. Estamos já nos precavendo para as eventuais semifinais e finais aqui em Belo Horizonte. Em Recife, estaremos treinando na sexta-feira à noite e também no sábado e no domingo.? Bernardinho disse que o time está confiante: ?A mentalidade é de o grupo dar tudo que for possível para que possamos estar aqui nos dias 17 e 18 fazendo as semifinais e as finais. Enfrentaremos uma série de grandes adversários. Por outro lado, os adversários sabem que têm o Brasil pela frente. O respeito é mútuo?. Pela ordem, o Brasil joga contra Espanha, Holanda e Rússia. Os jogos serão nos dias 13, 14 e 15, sempre às 15h30. As partidas de fundo estão marcadas para as 18h: Rússia e Holanda no dia 13; Rússia e Espanha no dia 14; Holanda e Espanha no dia 15. Bernardinho comenta: ?A Espanha é uma equipe muito interessante. Os três melhores passadores da Liga Mundial são espanhóis. Joga em velocidade e que, embora não tenha tanta tradição quanto os outros, é certamente uma boa equipe e está por méritos próprios entre os oito primeiros colocados da Liga deste ano. A Holanda é mais experiente. Tem alguns campeões olímpicos, está acostumada a decisões e a estar entre as grandes equipes. A Rússia é um time altíssimo, de muita técnica e força e, na minha opinião, ao lado da Itália, são as duas melhores equipes da Liga Mundial até agora.? Giba considera difícil o grupo desta fase: ?A Rússia, teoricamente, é o adversário mais forte. Mas não podemos deixar de lado a Espanha. Vimos pela tevê que o time fez um bom jogo contra a Itália. A Holanda tem jogadores bons, altos e com muita experiência. Não podemos vacilar em nenhum jogo.? Para Bernardinho, o grupo ainda não está em sua melhor forma física e deve trabalhar muito para ganhar mais confiança: ?A gente tem feito poucos treinos contínuos por causa das viagens. Não conseguimos adquirir ritmo nem entrosamento. Ainda precisamos acertar detalhes. Espero que os ares mineiros possam nos trazer essa tranqüilidade para treinar.?

Agencia Estado,

07 Agosto 2002 | 20h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.