Ana Flávia Goulart/Sada Cruzeiro
Ana Flávia Goulart/Sada Cruzeiro

Em 1º jogo na história da Superliga, Corinthians perde para o campeão Cruzeiro

Alvinegro estreia na competição nacional do vôlei masculino com derrota por 3 sets a 1, em casa

Estadão Conteúdo

14 Outubro 2017 | 23h42

O início da 24ª edição da Superliga Masculina de Vôlei, neste sábado, registrou um fato histórico: a primeira partida do Corinthians na história do torneio nacional de clubes. Porém, diante de um adversário de altíssimo nível e que vem dominando o vôlei nos últimos anos, acabou sendo derrotado.

+ Blog do Bruno Voloch - Saiba tudo sobre vôlei

Em partida disputada no Parque São Jorge, o Corinthians-Guarulhos surpreendeu ao vencer o primeiro set, mas perdeu para o Sada Cruzeiro, de virada, por 3 a 1, com parciais de 29/31, 25/18, 25/15 e 25/22. Evandro foi o maior pontuador da partida com 16 pontos.

Dono de três títulos mundiais, o Cruzeiro já venceu cinco vezes a Superliga, incluindo as quatro últimas edições do torneio. E o time é o favorito a vencer mais um torneio, ainda mais por contar com jogadores de alto nível, como os cubanos Leal e Simon, dirigidos pelo técnico argentino Marcelo Mendez.

"Estou muito feliz pela primeira vitória. Foi um jogo muito difícil, eles jogaram muito bem, mas nós forçamos o saque e essa foi a arma para ganhar essa partida fora de casa. Nosso time mudou o levantador e os dois são muito bons. O Wiliam é sensacional, mas Uriarte está entrando bem e ao longo da temporada vai estar em ótima forma", afirmou Leal.

Neste sábado, o Cruzeiro sofreu um apagão no primeiro set, em que abriu 24/20, mas depois levou a virada, sendo batido por 31/29 pelo Corinthians, estreante na Superliga e que tem o líbero Serginho como o principal expoente do seu elenco.

Nos sets seguintes, porém, o Cruzeiro se impôs e conseguiu a virada. Mesmo contando com o apoio da sua torcida, o Corinthians não conseguiu oferecer muita resistência, exceto no quarto set, quando também foi batido pela equipe mineira.

"Quero dar parabéns a equipe do Sada Cruzeiro, que fez uma excelente partida, mas não saio satisfeito. Podíamos buscar um tie-break e temos que demonstrar mais. Não podemos errar tantos saques como hoje. Poderíamos buscar até uma vitória se tivéssemos sido mais efetivos na rodada de bola. Não fizemos isso e pagamos um preço muito caro. Agora temos que pensar de outra forma para buscar os jogos", disse Serginho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.