Novatos, Otávio e Rodriguinho comemoram espaço na seleção brasileira de vôlei

Equipe está em ritmo final de preparação para a Liga Mundial

O Estado de S.Paulo

25 Maio 2017 | 20h26

Jogadores da nova geração do vôlei brasileiro estão satisfeitos com o espaço oferecido nas convocações pelo novo técnico da seleção brasileira, Renan Dal Zotto, substituto de Bernardinho na equipe masculina. Um dos mais felizes é o central Otávio, estreante na seleção adulta, mas campeão mundial na primeira edição da categoria sub-23 e titular no Funvic Taubaté, de São Paulo, vice-campeão da Superliga deste ano.

"Primeiro, é uma felicidade imensa ter sido convocado. Sei que tenho que treinar muito, ralar e é isso que está acontecendo. Os treinos estão puxados e isso é muito bacana. Estou procurando evoluir e aprender o máximo possível desde que cheguei aqui. O Renan me deu essa oportunidade e vamos ver se vou ter essa chance também em alguns jogos. Espero entrar tranquilo e conseguir corresponder a expectativa", comemorou o jogador, de 26 anos.

Já o ponteiro Rodriguinho, outro iniciante no time principal do Brasil, campeão pelo Sada Cruzeiro, de Minas Gerais, garante que está se sentindo em casa. "Já tinha trabalhado com alguns dos mais velhos que estão aqui, então não enfrentei nenhum problema para me adaptar nesse sentido. Já conhecia a maioria. O clima é bom sempre. Agora, assumi a posição de mais novo da seleção e o convívio com jogadores mais experientes está sendo maravilhoso e só tende a ser bom para mim", frisou o atleta, de apenas 21 anos.

Renan Dal Zotto elogiou o grupo, formado por 18 jogadores, e exaltou o período de treinamento com a equipe, em Saquarema (RJ). "Estou muito satisfeito com os novos que chegaram aqui na seleção, mas que são jogadores que já têm experiência importante na Superliga, com finais, títulos. Eles chegaram aqui e não sentiram esse peso. Internamente, eles podem até sofrer com alguma pressão, mas já mostraram que sabem conviver com isso. O time recebeu todos de braços abetos e, com isso, a situação fica bem mais leve", comentou.

A seleção brasileira está em ritmo final de preparação para a Liga Mundial, que terá início no dia 2 de junho. A equipe faz os últimos treinos no Centro de Desenvolvimento de Voleibol, em Saquarema. A delegação viaja neste domingo para Pesaro, na Itália, onde vai enfrentar as seleções da Polônia e Irã, além dos anfitriões, na primeira semana da competição.

Mais conteúdo sobre:
Vôlei vôlei Brasil Renan Dal Zotto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.