Divulgação
Divulgação

Sesi bate o Maringá e garante vaga na semifinal da Superliga

Rival da equipe sai nesta terça, do jogo entre Taubaté e Canoas

O Estado de S. Paulo

16 Março 2015 | 21h37

O Sesi confirmou o favoritismo e garantiu na noite desta segunda-feira, diante de sua torcida, a classificação para a semifinal da Superliga Masculina. O time paulista, atual vice-campeão nacional, derrotou o Ziober Maringá por 3 sets a 0 (25/20, 25/20 e 25/22), em 1h40, fechando a série em 2 a 1.

Eleito o melhor jogador do duelo, o veterano levantador Marcelinho elogiou a atuação do time, que havia levado o empate nos playoffs no sábado. "A nossa equipe está de parabéns. Foi uma série muito dura, a equipe deles jogou muito bem e nos colocou em muita dificuldade. Fizemos uma excelente apresentação, mas precisamos melhorar muita coisa. Estávamos em uma pressão grande, jogando em casa, mas tivemos os nervos no lugar e conseguimos essa classificação que nos coloca em uma semifinal, que, com certeza vai ser muito difícil", afirmou. O central Lucão foi o maior pontuador da partida, com 20 acertos.

Líder da equipe paranaense, o levantador Ricardinho fez uma avaliação positiva da participação de seu time na temporada que agora se encerra - eles se classificaram para os playoffs com a sexta campanha. 

"A nossa equipe foi pouco regular no primeiro turno, quando tivemos algumas dificuldades. Depois nos recuperamos no returno e fizemos uma boa série contra o Sesi. Fizemos um segundo jogo muito bom, mas sabemos que a equipe deles foi montada para vencer a Superliga. Fizemos o máximo e estamos de parabéns. Mostramos que é possível jogar de igual para igual", destacou.

O adversário da equipe paulista será definido nesta terça-feira, do confronto entre o Funvic Taubaté e o Vôlei Canoas. O vice-líder da fase de classificação recebe o time gaúcho em seu ginásio, às 21h30, depois de uma partida complicada em Canoas no domingo.

A outra semifinal da Superliga será um confronto entre times mineiros. Sada Cruzeiro, atual campeão e finalista nas últimas quatro edições da Superliga, eliminou o Montes Claros e enfrentará o Minas Tênis Clube, que derrotou o Brasil Kirin, de Campinas.

Mais conteúdo sobre:
vôlei Superliga Sesi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.