Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Time de Bernardinho, Sesc-RJ vence Fluminense e é campeão carioca

Sesc volta a vencer depois de ter hegemonia quebrada em 2016

Estadão Conteúdo

09 Outubro 2017 | 09h26

Fora da seleção brasileira masculina de vôlei desde o início do ano, o técnico Bernardinho mantém a rotina de títulos. Na noite deste domingo, ele liderou o time feminino do Sesc-RJ na busca pelo troféu do Campeonato Carioca ao vencer o Fluminense por 3 sets a 1, com parciais de 25/17, 25/21, 24/26 e 25/22, na final.

+ Taubaté supera o Corinthians e leva o tetra paulista de vôlei

Com o triunfo, o Sesc retoma a hegemonia na competição estadual. A equipe havia faturado nada menos que 12 títulos consecutivos até 2016, quando a série foi quebrada justamente pelo Fluminense. O triunfo deste fim de semana, portanto, teve sabor de revanche para a equipe de Bernardinho.

"Nos nossos primeiros jogos nessa temporada, saímos com um saldo positivo de duas vitórias contra o Fluminense e recuperamos o título de campeões cariocas", comemorou a ponteira Gabi Guimarães.

Para a jogadora, a final já valeu como aquecimento para a Superliga feminina, que terá início no fim de semana. "Este é um adversário que vamos encontrar na Superliga então essas vitórias são ainda mais importantes. Agora estamos nos preparando para a Supercopa, contra o Camponesa/Minas, jogo que com certeza será duríssimo, mas estamos preparadas e confiantes de que vamos sair com a vitória", projetou.

A Supercopa vai reunir os campeões da última edição da Superliga e da Copa do Brasil. Atual campeão dos dois torneios, o Sesc-RJ vai duelar nesta partida contra o Camponesa/Minas, vice-campeão da Copa do Brasil. O jogo será na sexta, às 21h30, em Fortaleza. A estreia na Superliga será contra o Sesi-SP, no dia 17, em São Paulo.

Mais conteúdo sobre:
Vôlei Fluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.