As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Palpitaria na Champions

Carles Martí e José Eduardo de Carvalho

17 de setembro de 2013 | 09h30

Edu: O mais interessante não poderemos ver por aqui – Real Sociedad e Shakthar -, porque os senhores da ESPN provavelmente não gostam de bom jogo, preferem os galácticos de sempre. Então, vamos ter que nos contentar com os decibéis da torcida do Galatasaray na orelha de Casillas e dos merengues, zapeando de vez em quando para United e Leverkusen.

Carles: Não sei não, mas acho que o inferno turco desta vez é uma tremenda armadilha para Iker. Ele tem tudo que perder com esse jogo, mais que o próprio Madrid. Quanto à Real, espero que o fraco começo na Liga seja só uma economia de forças ou ansiedade pela volta à Europa.

Edu: Alguns jornais daí estão mesmo vendo esse jogo de Istambul como uma arapuca para Iker. Seria Ancelotti esse Mefisto, a ponto de pretender queimar o Senhor Carbonero sem nenhuma sutileza?

Carles: A mim não me parece capaz das maldades do seu antecessor, mas, sim, pode ser que esteja confirmando sua fama de frouxo, o dardo envenenado pelo que se ouve nos bastidores vem mais de cima. Tempos de arqueiros em discórdia, Iker x Florentino, Valdés x Rossel, é o que dá jogar numa posição em que a personalidade é algo imprescindível. Se Iker for bem, Ancelotti ganha dois goleiros com moral para a temporada, jogando cada um deles um torneio importante. Se falhar, provavelmente nem Mourinho nem Carletto poderão evitar um sorrisinho de satisfação. Iker vai perder mais moral para liderar as opiniões que podem incomodar Florentino e dificilmente poderá reforçar um grande clube que esteja disputando a Champions, pelo menos até o final da temporada. Jogando hoje, Casillas praticamente fecha a sua janela de inverno que dá para a Europa.

Edu: Casillas é daqueles jogadores que têm uma simpatia internacional, é muito querido por aqui também e ganhou uma estatura de mártir na época do português. Mas passou por um bombardeio sobre sua autoestima difícil de superar. Sinto que a pressão na Turk Telekon Arena pode ser o seu canto do cisne. E talvez seja melhor mesmo, aos 32 anos, partir para outra aventura, como fez Raulzito. No caso de Iker seria salvar sua participação em mais uma Copa.

Carles: Pois é, mas se ele decidir sair antes da Copa, ainda nesta temporada, seria em dezembro e para jogar uma liga menos competitiva e perder a visibilidade da Champions, talvez algo tipo Mônaco, que abriu mão do reserva dele na seleção porque Rossel não cedeu. O United, pela primeira vez sem a presença do vovô Fergui no banco, aqui nem zapping, só por Internet. É outro que não começou muito bem a competição caseira.

Edu: Então vamos a nossa Sessão Pitonisa. Madrid não ganha em Istambul e United também não passa pelo Leverkusen. Real Sociedade leva essa contra o Shakthar, enquanto Bayern e Juve resolvem fácil seus compromissos de trâmite contra CSKA e Copenhague. Mas prevejo muitos problemas para o descafeinado PSG na Grécia contra o Olimpiakos e também para o City, um time que não tem o espírito da Champions, diante do Viktoria Pilsen.

Carles: Algo me diz que a Real Sociedad entrou num pequeno parafuso com a saída de Illarra da medular que, pelo jeito, também não vai ter vez no Madrid, esperemos que não para ambos. O City leva pela mínima. No resto estou de acordo e se o empate poderia ser um resultado bastante provável em Istambul, acho que o Madrid vai voltar com uma derrota mesmo.

Edu: Pesou o espírito catalão, mas é justo.

Carles: Eu e um monte de gente com sangue catalão, pasme, torcemos pelo êxito de Casillas hoje, mas se perder também não vai ser um drama. Conferimos mais tarde.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: