As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Arena Corinthians: Haddad vai ao MP nesta terça depor sobre denúncia

Ex-prefeito de São Paulo disse à revista ter sido informado que promotor teria pedido propina para não entrar com ação contra os CIDs em favor do estádio.

Almir Leite

12 de junho de 2017 | 17h31

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad deverá prestar esclarecimentos nesta terça-feira na Corregedoria-Geral do Ministério Público de São Paulo sobre a declaração feita à revista Piauí de que o promotor Marcelo Milani teria pedido R$ 1 milhão de propina para não entrar com ação questionando a legalidade dos Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento (CIDs) em favor da Arena Corinthians. O depoimento está marcado para as 14 horas.

À revista Haddad disse que ficou sabendo desse pedido de Milani já na fase final de seu mandato (governou a cidade de janeiro de 2013 a dezembro de 2016) e que levou o assunto ao conhecimentos dos corregedores do MP.

A ação de Milani contra os CIDs ocorreu em 2012 e foi arquivada cerca de três anos depois.

Portanto, a suposta tentativa do promotor teria ocorrido durante o mandato do antecessor de Haddad, Gilberto Kassab.

Haddad já informou, por meio de sua assessoria, estar à disposição da Corregedoria para os esclarecimentos necessários. Milani tem preferido não se manifestar nesse momento.