As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Arenas prontas. Como, se não dará para jogar bola?

Almir Leite

09 de abril de 2013 | 18h34

Depois do Mineirão, do Castelão e da Fonte Nova, a Arena Pernambuco é o próximo estádio da Copa das Confederações a ser entregue.

A previsão é de que isso ocorra no próximo domingo, 14 de abril.

Mas futebol que é bom vai demorar a ser jogado no novo estádio.

A Arena não está totalmente pronta.

O gramado foi plantado, mas ainda não pode ser usado.

 Só sup0rtará ser pisoteado em 14 de maio, ou seja, exatamente um mês depois da entrega.

Inaugurar estádio sem usá-lo efetivamente vai ser a tônica daqui pra frente.

A abertura do Nacional Mané Garrincha, por exemplo, está marcada para o dia 21, quando Brasília completará 53 anos.

Mas só terá bola rolando em 18 de maio.

Não poderia mesmo ser diferente, uma vez que o gramado só comecará a ser colocado no próximo dia 18.

O Maracanã vai receber um jogo-teste, entre operários e com as presenças de Bebeto e Ronaldo, dia 27.

Futebol para valer, porém, só a partir de 27 de maio, segundo os responsáveis pelo estádio.

Mesmo com tantos “cuidados”, pode anotar: o risco de na Copa das Confederações os gramados do Mané Garrincha e do Maracanã estarem ruins, com tufos de grama se soltando e virando um verdadeiro pasto se sofrer.

E não é pequeno.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.