As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Fred dependência’

Almir Leite

11 de fevereiro de 2014 | 10h17

* Comentário no boletim “A Caminho da Copa’’ desta terça-feira na Rádio Estadão

A decisão de última hora do técnico Luiz Felipe Scolari de fazer a convocação da seleção brasileira para o amistoso com a África do Sul em duas etapas, deixando para depois do anúncio de quais jogadores que atuam no país irão compor o grupo, deixa clara as limitações atuais do futebol brasileiro.

Embora Felipão se justifique dizendo que vários atletas do futebol interno ainda não estão no melhor da forma e que por isso entende ser prudente esperar mais alguns dias, a verdade é que a decisão tem um só motivo: a lesão de Fred.

O treinador não deve admitir nem sob tortura, mas para ele o atacante do Fluminense é o único centroavante de primeira linha que o futebol brasileiro tem.

Os outros, mesmos aqueles que são “melhorzinhos” ou os promissores, servem no máximo para compor o grupo.
Por isso, Felipão vai esperar o quanto puder por Fred.

A comissão técnica, aliás, já sinalizou: ainda que o artilheiro só volte a jogar no início de maio, ele estará na Copa.

E, como ao que parece a contusão atual não é tão grave assim, as chances são boas.

Vale lembrar que em 2002 Felipão esperou até o último minuto por Rivaldo e Ronaldo.

Tomara que dê certo de novo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.