As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Liga Sul-Minas-Rio define fórmula de disputa

Almir Leite

24 de setembro de 2015 | 20h26

“A intenção é seguir adiante.” A frase, dita ao blog por um dirigente que participou da reunião dos clubes fundadores da Liga Sul-Minas-Rio dá a real dimensão da disposição de levar a iniciativa para frente, queira ou não a CBF. O primeiro torneio, aliás, será realizado no início de 2016, com o seu o aval da entidade.

Há duas propostas para fazer o torneio da Liga, com início provável em fevereiro: utilizar nove datas ou então sete – sempre concomitantemente com os Estaduais.

Pela proposta de nove datas, os 10 clubes participantes da competição (a Liga tem 13 filiados) serão divididos em dois grupos, cada um com cinco times. Eles jogarão entre si, dentro da chave, o que consumirá cinco datas (um folga por rodada em cada grupo). Os dois melhores passam à fase semifinal, em dois jogos, e os vencedores decidem o título, também em dois jogos.

Fazendo a competição em sete datas, a semifinal e a final serão em partida única.

No encontro realizado nesta quinta-feira em Camboriú, Santa Catarina, ficou decidido que já a partir dessa sexta a CBF, mais precisamente seu presidente, Marco Polo Del Nero, vai ser procurado para ser informado oficialmente sobre a criação da Liga. “Nossa intenção é fazer o encontro já na semana que vem”, disse a fonte.

O “sim” de Del Nero parece ser  tarefa difícil. E se ele for contra? a Liga vai se basear na Lei Pelé e na própria Lei 13.155, o Profut, para peitar a entidade e fazer prevalecer sua vontade. “Posso garantir que 100% dos clubes querem fazer a competição”. garantiu o interlocutor do blog.

 

Tendências: