As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mastercard muda campanha após críticas de Tite

Almir Leite

04 Junho 2018 | 20h16

Tite foi ouvido. Ele criticou a Mastercard, uma das principais patrocinadoras da CBF, por fazer campanha garantindo 10 mil refeições a pessoas carentes a cada gol que Neymar e Messi marcarem no Mundial e a empresa de cartões de crédito decidiu mudar. Agora, vai oferecer 1 milhão de refeições, independentemente de que fizer gol.

Disse Tite sobre a campanha na versão anterior:  “Mastercard, eu vou falar uma coisa. É muito bonita essa doação em relação à entidade assistencial. É linda, grande. Assim como é grande também vocês darem pratos se todos os atletas da Argentina e do Brasil marcassem um gol. Assim como é grande também vocês darem pratos se todos os atletas da Argentina e do Brasil marcassem um gol. A gente trabalha enquanto equipe e com todos esses valores pode frustrar um pouquinho. Fica a minha sugestão”.

Foi uma declaração forte e a empresa sentiu o baque. Mudou para melhor.

Messi e Neymar continuam como seus embaixadores contra a fome.