As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Seleção dá sono no amistoso com Senegal

Preguiçoso, sem criatividade, sem disposição, time apenas empata e completa três partidas sem vencer

Almir Leite

10 de outubro de 2019 | 15h49

Pior do que não vencer a seleção de Senegal é constatar que o Brasil nada fez no amistoso realizado nesta quinta-feira em Cingapura.  O time foi de uma letargia, uma preguiça, irritante. Os jogadores pareciam desinteressados, como se estivessem em campo contrariados.

Tite escalou, de início, o que tem de melhor – ou o que julga ter. O time campeão da Copa América mais Neymar, o diferente, o que se acha no direito de ter privilégios.

Mas ele pouco fez, a não ser prender demais a bola quando deveria ser mais objetivo e perder um gol na cara do goleiro no final de um primeiro tempo em que a seleção só concluiu duas vezes contra o gol adversário.

Faltou criatividade, disposição, poder de improviso. Em resumo, faltou tudo à seleção de Tite, que completou três jogos sem vencer.

Faltou até Neymar, que desta vez não carregou o time nas costas.

Tendências: